chamusca appmicromineiro slide

 poluicao tejo

IMAGEM DE ARQUIVO / ILUSTRATIVA

A empresa Renova, com sede em Torres Novas, assumiu esta segunda-feira, 20 de fevereiro, a responsabilidade pela descarga poluente de espuma e pasta de papel para o rio Almonda, ocorrida na sexta-feira, dia 17.

Citado pela agência Lusa, o relações públicas da empresa, localizada na Zibreira, junto à nascente do rio Almonda, confirmou que a descarga ocorreu na sequência de um problema técnico pontual no controlo do processo de produção da fábrica de papel, que causou um excesso de produto no tanque de retenção.

Luís Saramago acrescentou que os técnicos resolveram o problema técnico e começaram logo no sábado a limpar o rio Almonda, estando os trabalhos de remoção da pasta e da espuma na fase final.

Após a descarga, o rio ficou coberto por um manto de espuma branca e rosa, uma situação que o relações públicas garante deixou os responsáveis da empresa "muito aborrecidos", lembrando o investimento feito pela Renova para responder às normas ambientais e às exigências da Agência Portuguesa do Ambiente.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões