chamusca carmen theomicromineiro slide

cartaxojoaquimesperancinha

Joaquim Esperancinha, ex-administrador do Centro Hospitalar Médio Tejo (CHMT), faleceu este domingo, 8 de janeiro, vítima de doença prolongada.

As cerimónias fúnebres vão ter lugar esta segunda-feira, pelas 12h30, na Capela Mortuária do Cartaxo, de onde sairá o corpo para o crematório de Setúbal.

Licenciado em engenharia, Joaquim Esperancinha tinha 69 anos, e foi presidente do Conselho de Administração do CHMT em duas ocasiões, entre 2003 e 2005 e de 2012 a 2014.

Durante o seu percurso profissional, ocupou também cargos de gestão no Grupo Uralita, na Quimigal e na CUF.

Residente no Cartaxo, Joaquim Esperancinha deixa viúva e dois filhos maiores.

Balonismo em Coruche - Fotos João Dinis