chamusca ascensao2017fna2017

hospital santarem

O Movimento de Utentes dos Serviços Públicos (MUSP) de Santarém vai pedir a exoneração do presidente do Conselho Consultivo do Hospital Distrital de Santarém (HDS) e exigir ao Governo a nomeação imediata de um substituto.

A informação é avançada pela agência Lusa, que cita o porta-voz do MUSP Santarém, Augusto Figueiredo, em declarações feitas após uma reunião com o Conselho de Administração do HDS, que durou mais de três horas, e na qual foram discutidas questões como o funcionamento das Urgências, as obras no Bloco Operatório, as listas de espera para consultas e cirurgias, as reclamações de utentes e a falta de pessoal.

À Lusa, Augusto Figueiredo afirmou ser “inaceitável” que José Azevedo Pereira, designado pelo anterior Governo em novembro de 2015, apenas tenha convocado a reunião para a tomada de posse, tendo este órgão estado inativo desde então.

Na reunião foi ainda dado a conhecer o plano de recuperação das listas de espera para as consultas de especialidades e as cirurgias, estando, nomeadamente, prevista a realização de 500 cirurgias em ortopedia em três meses, adiantou.

O porta-voz do MUSP Santarém disse ainda à Lusa que vai ser solicitado à tutela que o HDS seja reconhecido como integrando uma zona carenciada, uma vez que a inclusão na Grande Lisboa retira capacidade de atração de recursos humanos.

Balonismo em Coruche - Fotos João Dinis