chamusca appcoruche sabores-tasquinhas

Politica

joao moura

O atual presidente da Assembleia Municipal de Ourém, João Moura, anunciou na tarde desta quarta-feira, 18 de abril, que vai liderar uma candidatura à Comissão Política Distrital do PSD, cujas eleições estão marcadas para 5 de maio.

Ex-deputado na Assembleia da República e ex-vereador na Câmara de Ourém, João Moura já desempenhou vários cargos de dirigente local, distrital e nacional na JSD e PSD e justifica a sua candidatura pelo apelo "de muitos militantes" do PSD do distrito de Santarém.

"Faço-o por imperativo de consciência, não por ambição pessoal. Porque acredito que o PSD no distrito precisa de novos desígnios que envolvam e mobilizem todos, sem exceção", refere João Moura num comunicado enviado à Rede Regional.

Numa crítica implícita à atual liderança da distrital laranja, presidida pelo deputado Nuno Serra, João Moura diz que "o trabalho de uma Comissão Política Distrital não pode ficar reduzido à atividade parlamentar, nem à ambição de escolher um número limitado de deputados de 4 em 4 anos. Deve dar especial atenção ao trabalho de cada uma das concelhias e dos eleitos locais com o objetivo comum de vencermos eleições".

Salientando a "experiência adquirida" e o facto de contar "com uma equipa de homens e mulheres de todo o distrito", João Moura não revela quais os seus apoiantes mas acrescenta que pode afirmar que tem um grupo que conhece profundamente a realidade social, económica e cultural da região.

"Pretendemos liderar a agenda política no distrito, trabalhando de forma permanente com todos os militantes, tendo voz ativa na sociedade civil, nos agentes económicos, educativos, culturais e desportivos, e nas instituições de solidariedade social, no fundo, todos aqueles que contribuem para a construção de um distrito mais forte e dinâmico", completa.

João Moura vai assim concorrer à liderança da distrital do PSD de Santarém com o atual presidente, Nuno Serra, que também já confirmou a sua recandidatura a mais um mandato.

 

NOTÍCIA RELACIONADA:

Nuno Serra recandidata-se à distrital do PSD de Santarém

 

 maria fernanda azoia

Maria Fernanda Azoia, professora, de 38 anos, natural de Casével, é a terceira candidata à liderança aos órgãos concelhios do Partido Social Democrata de Santarém, encabeçando uma lista que assume o slogan “política de proximidade”, o mesmo da atual concelhia, liderada por José Gandarez.

O anúncio foi feito esta terça-feira, 17 de abril, em comunicado, depois de no dia anterior ter havido uma reunião que juntou vários elementos, alguns que ainda mantêm ligação à atual Comissão Política Concelhia.

Sem revelar apoiantes, o comunicado refere que Maria Fernanda Azoia “representará toda uma equipa, que conta com o apoio de militantes do partido das mais variadas áreas e estruturas internas autónomas, como os TSD, e um grupo importante da JSD.

Atual vice-presidente da Mesa da Assembleia de Militantes do PSD de Santarém, Fernanda Azoia foi deputada na Assembleia Municipal de Santarém entre 2005 e 2013.

O comunicado baseia a candidatura nas “ premissas que levaram ao aparecimento do projeto [política de proximidade], em 2010”, e que se mantêm e “continuam atuais”, nomeadamente uma política que permita ao PSD “manter e reforçar a posição que conquistou na Câmara Municipal”, “uma abertura para falar com todos, visando unir e estabilizar o PSD, tornando-o ainda mais forte, como o provam as últimas eleições autárquicas, em que o alargamento da participação permitiu a conquista da Câmara Municipal com maioria absoluta”, e “uma clara separação entre os interesses partidários e os interesses públicos”.

As eleições internas do PSD de Santarém realizam-se no dia 5 de Maio e já têm três candidatos anunciados. Além de Maria Fernanda Azoia, apresentaram já a sua candidatura a ex-vereadora Susana Pita Soares e o atual presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Ricardo Gonçalves candidata-se à concelhia do PSD de Santarém para unir o partido

Susana Pita Soares anuncia candidatura à concelhia de Santarém do PSD

pernes estrada

A Infraestruturas (IP) de Portugal vai finalmente construir passeios na Estrada Nacional (EN) 3, em Pernes, satisfazendo assim uma reivindicação de autarcas e populares com mais de uma década.

A informação foi avançado pela IP, em comunicado, com a empresa a explicar que a consignação da empreitada aconteceu na segunda-feira e que a intervenção, orçada em 236 mil euros e com um prazo de execução de 3 meses, envolve a construção de passeios num troço de 1,3 quilómetros dentro da povoação, bem como a realização de beneficiações ao nível do pavimento, do sistema de drenagem da via e da sinalização rodoviária.

Há muito que a obra é considerada fundamental para a segurança dos habitantes da vila e dos muitos peregrinos que a atravessam a caminho do Santuário de Fátima.

Cerimónia de Apresentação Santarém Cup 2018