chamusca appmicromineiro slide

Politica

A população da extinta freguesia de Vaqueiros, no concelho de Santarém, quer o regresso da freguesia e após uma reunião este domingo, aprovou uma moção que vai ser enviada ao Presidente da República, ao Governo, à Assembleia da República, à Câmara e Assembleia Municipal de Santarém e aos diversos partidos políticos.

Na moção, o movimento cívico “Refundar Vaqueiros”, exige “a reversão célere das freguesias de Vaqueiros e Casével” e anuncia a realização, em fevereiro, de mais um encontro sobre este tema, com a participação de autarcas locais e de deputados.

O movimento iniciou entretanto uma campanha de recolha de mil assinaturas para uma nova petição a entregar no parlamento.

A moção lembra ainda que passaram mais de cinco anos após a extinção da freguesia e que os efeitos têm sido nefastos, exemplificando com o encerramento da escola e do infantário, do refeitório, do posto de saúde e a alteração de protocolo com instituições particulares de solidariedade social na área de apoio social, entre outras perdas.

incendio macao2

A Assembleia da República aprovou na sexta-feira, 19 de janeiro, por unanimidade, um projeto de resolução do PSD que recomenda ao Governo a inclusão do concelho de Mação nos projetos-piloto prioritários de reflorestação.

A proposta, da autoria dos deputados Nuno Serra e Duarte Marques, ambos eleitos pelo círculo de Santarém, visa corrigir "a injustiça criada pelo governo de não desenvolver este projeto experimental de reflorestação e reordenamento precisamente no concelho que mais defendeu essa iniciativa antes das tragédias deste verão" e que, além de ser uma espécie de "autor moral" da ideia, é o terceiro concelho do país que mais ardeu.

“Mação tem o mais difícil para levantar avante um projeto desta natureza, tem o know how para implementar esta iniciativa, tem o empenho da autarquia, a vontade da população e dos proprietários e a capacidade técnica da associação de produtores. Não fazia sentido levar este modelo de projeto-piloto a concelhos onde arderam 100 hectares e deixar de fora outro onde arderam 30 mil hectares”, afirma Duarte Marques.

No projeto de resolução, os deputados do PSD defenderam que as “áreas ardidas deveriam ser aproveitadas como oportunidade de reflorestação ordenada, geridas de forma a garantir um rendimento atrativo para os seus produtores, cumprindo ao mesmo tempo as boas práticas florestais.

Portugal vai-se candidatar ao Plano Juncker para cofinanciar um projeto piloto de gestão florestal do Pinhal Interior, no valor de 100 milhões de euros. Para além deste valor o Governo prevê investir 58 milhões de euros em arborização e rearborização do território e 125 milhões de euros no relançamento da economia.

ps-simbolo

17 das 21 concelhias do Partido Socialista (PS) do distrito de Santarém elegeram este fim de semana os seus presidentes.

Na maioria dos concelhos, as eleições contaram com apenas uma lista e os vencedores foram os seguintes:

Abrantes – Manuel Jorge Valamatos

Alcanena – Hugo Santarém

Almeirim – Gustavo Costa

Alpiarça – Teresa Freitas

Barquinha – Miguel Pombeiro

Benavente – Pedro Pereira

Cartaxo – Pedro Nobre

Chamusca – Diamantino Duarte

Constância – António Luís Mendes

Coruche – Francisco Oliveira

Entroncamento – Mário Balsa

Ferreira do Zêzere – Bruno Gomes

Rio Maior – Guilherme Gaboleiro

Salvaterra de Magos – Francisco Madelino

Santarém – José Miguel Noras

Tomar – Hugo Costa

Torres Novas – Luís Silva

Nas concelhias da Golegã, Mação, Ourém e Sardoal as eleições só se irão realizar no segundo semestre do ano, situação justificada pelo Secretariado da Federação Distrital do PS com as novas dinâmicas políticas depois das eleições autárquicas, sendo que serão nomeadas Comissões Administrativas encarregues de organizar os respetivos processos eleitorais.

Santarém: Carnaval Escolar