chamusca apptagus

Politica

ricardo goncalves

(ATUALIZADA ÀS15h50)

O atual presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), poderá não ser o candidato do partido às eleições autárquicas de outubro deste ano.

Em causa estão divergências nos nomes que irão integrar a lista à câmara municipal e à união de freguesias da cidade, com Ricardo Gonçalves e a concelhia do partido a manterem posições divergentes que obrigaram mesmo a suspender o plenário que esteve marcado para a noite desta terça-feira, 25 de julho, e a adiá-lo para amanhã, quinta-feira, data que alguns elementos da estrutura local do partido classificam como o "Dia D", de todas as decisões.

Apesar das várias fontes contactadas pelo nosso jornal não quererem, para já, falar do assunto publicamente, a Rede Regional sabe que a reunião de preparação da Comissão Política Concelhia do PSD, que se realizou na segunda-feira, dia 24, foi inconclusiva, tendo o plenário de militantes, marcado para ontem, sido suspenso, ao que foi possível apurar, a pedido do presidente do partido, Pedro Passos Coelho, numa tentativa de que se consiga chegar a consenso entre as duas partes.

Fonte do partido, explicou à Rede Regional que inicialmente o principal problema que dividia Gonçalves e a concelhia, liderada por José Gandarez, era o número 5 da lista, mas nas últimas semanas as duas partes incompatibilizaram-se totalmente, com o atual presidente a recusar também a inclusão de Nuno Cardigos como diretor de campanha e a não abdicar de Carlos Marçal como cabeça de lista à união de freguesias da cidade, não aceitando a imposição de alguns nomes para essa lista.

Apanhados no meio desta guerra, uma dezena de cabeças de lista do partido às juntas de freguesia do concelho, enviaram mesmo uma carta à direção nacional do partido, queixando-se da atuação e intromissão da concelhia no processo de elaboração das listas e solidarizando-se com Ricardo Gonçalves, afirmando mesmo que só serão candidatos se o atual presidente se recandidatar.

Neste cenário, a reunião desta quarta-feira entre Ricardo Gonçalves e o presidente da distrital do PSD, Nuno Serra, poderá ser decisiva para chegar a um consenso que possa ser aprovado amanhã no plenário do partido.

Recorde-se que as listas de candidatos às eleições autárquicas de 1 de outubro terão de ser entregues no tribunal até 7 de agosto.

 

(NOTÍCIA ORIGINAL, PUBLICADA ÀS 12h38)

O atual presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), poderá não ser o candidato do partido às eleições autárquicas de outubro deste ano.

Em causa estão divergências nos nomes que irão integrar a lista à câmara municipal, com Ricardo Gonçalves e a concelhia do partido a manterem posições divergentes que obrigaram mesmo a suspender o plenário que esteve marcado para a noite desta terça-feira, 25 de julho, e a adiá-lo para amanhã, quinta-feira, data que alguns elementos da estrutura local do partido classificam como o "Dia D", de todas as decisões.

Apesar das várias fontes contactadas pelo nosso jornal não quererem, para já, falar do assunto, a Rede Regional sabe que a reunião da Comissão Política Concelhia do PSD, que se realizou na segunda-feira, dia 24, foi inconclusiva, tendo o plenário de militantes, marcado para ontem, sido suspenso, ao que foi possível apurar, a pedido do presidente do partido, Pedro Passos Coelho, numa tentativa de que se consiga chegar a consenso entre as duas partes.

O principal problema que divide Gonçalves e a concelhia, liderada por José Gandarez, é o número 5 da lista, que o atual presidente diz que terá de ser ele a escolher, mas que a concelhia garante que ficou acordado que seria ela própria a indicar.

Do que se sabe, e que já terá ficado acordado há vários meses, Ricardo Gonçalves será o candidato a presidente da autarquia, seguido de José Gandarez, indicado pela concelhia. A atual vereadora Inês Barroso é a escolhida para o terceiro lugar, sabendo-se que o quarto da lista será escolhido por Ricardo Gonçalves e o sexto será o líder da JSD de Santarém, Ricardo Rato.

O quinto lugar é assim o grande motivo de discussão que pode levar a uma rutura decisiva se não houver acordo até amanhã.

A Rede Regional sabe também que há fortes divergências quanto aos candidatos à união de freguesias da cidade, com Ricardo Gonçalves a indicar Carlos Marçal, atual presidente da junta, e a concelhia a pretender outro candidato.

Ao que o nosso jornal apurou, esta quarta-feira irá realizar-se uma reunião entre Ricardo Gonçalves e o presidente da distrital do PSD, Nuno Serra, que tentarão chegar a um consenso que possa ser aprovado amanhã no plenário do partido.

cartaxoBEcandidatos

António Galhardo, um operário metalúrgico de 62 anos, vai ser o cabeça de lista do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal do Cartaxo nas próximas eleições autárquicas de 1 de outubro.

A apresentação oficial da candidatura está marcada para esta quarta-feira, 26 de julho, às 20 horas, no restaurante Pelé, no Cartaxo.

Segundo uma nota de imprensa do BE, Francisco Colaço, que já foi candidato à Câmara em eleições anteriores, será o cabeça de lista à Assembleia Municipal do Cartaxo.

A candidatura tem como objetivo fazer com que o Cartaxo “avance numa modernidade social, política e económica onde o nome futuro e direitos sejam dois eixos determinantes e orientadores da ação dos autarcas e do executivo camarário”, lê-se no mesmo comunicado.

ferreirazezerepsjunta

O PS de Ferreira do Zêzere, cuja candidatura à Câmara Municipal nas próximas eleições autárquicas é liderada por Bruno Gomes, apresentou os cabeças de lista às Assembleias de Freguesia durante um jantar que reuniu cerca de 100 militantes e simpatizantes.

Os candidatos são Manuel Nunes na freguesia de Nossa Senhora do Pranto, José Manuel Feliz em Igreja Nova, Manuel Esperança em Ferreira do Zêzere, Edmundo Freitas em Chãos, Manuel Martins no Bêco, Jaime Rebelo na União de Freguesias de Areias e Pias, e Sérgio Morgado à Assembleia de Freguesia de Águas Belas.

Durante o convívio, cada um dos candidatos apresentou o seu projeto autárquico a nível local para o próximo mandato.

Bruno Gomes encerrou a sessão recordando o papel crucial das Juntas de Freguesia na qualidade de vida da população, e reforçando a total confiança nos candidatos e nos projetos que lideram.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões