banner rederegional casaPiaavisan2018

entroncamentocamaraorcamento

A Câmara Municipal do Entroncamento aprovou o seu orçamento para o ano de 2019, num valor que ronda os 19,2 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 3,7% face a este ano.

Entre os principais projetos, que fazem parte do Plano Plurianual de Investimentos, contam-se a remodelação e modernização do Cineteatro S. João, a reabilitação do mercado diário, o complexo logístico e industrial do Entroncamento, a conservação e manutenção de edifícios escolares, e a cobertura da piscina municipal, entre outros.

O documento, segundo uma nota de imprensa do município, divide os investimentos por seis eixos estratégicos: a regeneração urbana, o desenvolvimento económico, emprego e inovação, a coesão social e cidadania, a educação, cultura e juventude, o associativismo, desporto e vida saudável, e, finalmente, a cidade sustentável e inteligente.

Segundo o presidente Jorge Faria, “o orçamento é baseado em grande rigor, procura responder às necessidades das pessoas de uma forma sustentável e inclui um programa de investimento ambicioso”, que ronda os 5 milhões de euros, “apesar dos constrangimentos criados pelo serviço da dívida, orçado em cerca de 1,5 milhões de euros”.

O autarca sublinha ainda que “38,3% das dotações deste orçamento são para funções sociais, este foi desde sempre um compromisso que tivemos com os munícipes, sobretudo em projetos de coesão social”.

O documento prevê também reforço na educação, nomeadamente no Projeto “Estudar na cidade”, no qual o apoio municipal às famílias relativamente às despesas escolares passa a contemplar os alunos até ao 10º ano, assim como os alunos que frequentem o ensino articulado fora do concelho, num valor de 25€.

Relativamente aos impostos, o município mantém a taxa de 2018 fixada em 5% para a participação no IRS, assim como a taxa de IMI, fixada em 0,35% com uma redução de 70€ para famílias com 3 ou mais dependentes.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves