banner rederegional casaPiaavisan2018

hospital santarem-2018

A concelhia do Bloco de Esquerda (BE) de Santarém acusa o PS e o PSD de terem impedido uma solução para os problemas financeiros do Hospital Distrital de Santarém, ao chumbarem um projeto-lei bloquista para excluir do âmbito de aplicação da Lei de Compromissos as entidades públicas do Serviço Nacional de Saúde.

"Esta solução permitiria avançar as obras do Hospital de Santarém sem entraves do Tribunal de Contas. Logicamente levaria à posterior necessidade do governo aumentar o financiamento do Hospital de Santarém. O projeto-lei foi votado no Parlamento no passado dia 19, mas PS e PSD votaram contra e CDS absteve-se", refere um comunicadio da concelhia de Santarém do BE.

Exemplificando, o Bloco dá o exemplo da recusa do visto às obras nas urgências do hospital de Santarém, que o Tribunal de Contas chumbou por não existirem fundos disponíveis.

"Compreende-se porque querem 'sufocar' o Serviço Público de Saúde: abrir espaço para mais hospitais privados. A saúde – um direito de todos – tende a ser só de alguns!", termina o comunicado.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves