chamusca bibliotecatecfresh2018 slide

entroncamentoescolabonitovandalismo

Os dois vereadores do PSD na Câmara Municipal do Entroncamento não gostaram de saber pela comunicação social do episódio grave de vandalismo que ocorreu na Escola Básica do Bonito, e acusam o presidente do município, Jorge Faria, de lhes ter ocultado informação na última reunião do executivo.

Jorge Faria “não disse uma palavra sequer sobre o assunto, comportando-se como se de um regime presidencialista se tratasse, sem dar qualquer informação sobre os atos levados a cabo aos vereadores da oposição”, lê-se num comunicado divulgado por Jaime Ramos e José Baptista, onde os eleitos social-democratas lamentam o comportamento do presidente.

“Estranha-se na presente situação que, algo de que foi feita notícia pública nas redes sociais do município, logo a seguir à reunião quinzenal do executivo da câmara, e na imprensa, em que a autarquia pede inclusive colaboração dos cidadãos para identificar os autores, e não tenha querido discutir o assunto nos órgãos próprios”, acrescentam os vereadores, que já enviaram um e-mail a Jorge Faria a dar conta do seu descontentamento com a situação.

Recorde-se que os atos de vandalismo na Escola do Bonito foram praticados durante o passado fim de semana, e envolveram o arremesso de várias pedras da calçada contra os vidros da escola, tendo a autarquia pedido a colaboração da população no sentido de identificar os autores do crime.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis