banner jogos veraomicromineiro slide

ponte chamusca

A Resolução da Assembleia da República que recomenda ao Governo a adoção de novas medidas para a travessia entre a Chamusca e a Golegã foi publicada em Diário da República no dia 26 de junho, sendo vista como mais um passo para que a construção de uma nova ponte possa ser considerada uma prioridade no próximo Plano Estratégico de Transportes e Infraestruturas.

A recomendação, aprovada por todos os partidos, determina que se adotem medidas de regularização do tráfego rodoviário na Ponte João Joaquim Isidro dos Reis (vulgarmente conhecida como Ponte da Chamusca, construída em 1909); que se procurem soluções de financiamento para a conclusão da construção dos troços em falta do designado IC 3; que se atribua prioridade nos investimentos da empresa pública Infraestruturas de Portugal, S. A., à construção de uma nova travessia do rio Tejo, entre a Chamusca e a Golegã; e ainda, que se estudem soluções sustentáveis, de longo prazo, para os constrangimentos existentes.

O texto publicado resultou da discussão na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, de vários projetos de resolução onde estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado e a Vice-Presidente Cláudia Moreira.

Segundo uma nora de imprensa da Câmara da Chamusca, “os constrangimentos da Ponte da Chamusca afetam, direta e indiretamente, o quotidiano de milhares de pessoas e empresas”, incluindo residentes, trabalhadores, estudantes, veículos de emergência e militares, entre outros.

“É consensual, por isso, que a resolução do problema seja uma prioridade do Governo, com foco na qualidade de vida e segurança das pessoas e, na economia da região”, refere o mesmo comunicado.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis