app chamuscamicromineiro slide

santaremalcanhoesassacaias

A Junta de Freguesia de Alcanhões solicitou uma reunião tripartida com os responsáveis da Câmara de Santarém e da Infraestruturas de Portugal, com o objetivo de discutir de uma vez por todas uma solução para as demoras no atravessamento da linha ferroviária do Norte, no acesso à vila pela Estrada Nacional 365.

“É um assunto que se arrasta há mais de 30 anos” e um problema “que afeta diariamente centenas de condutores na sua vida privada, no trajeto para o trabalho e nas demais atividades agrícolas, comerciais e empresariais”, lê-se numa nota de imprensa da Junta, onde este órgão salienta a necessidade de se encontrar uma alternativa urgente à passagem de nível das Assacaias.

Recorde-se que, em Abril de 2017, a Câmara de Santarém anunciou que estava à espera que a Infraestruturas de Portugal concluísse o estudo prévio para a construção da futura variante à EN365, entre as zonas da Senhora da Saúde e as Assacaias.

A execução da obra, segundo o que foi acordado numa reunião entre estas entidades em dezembro de 2016, seria paga em partes iguais por ambas, ficando a autarquia com a fiscalização da empreitada a seu cargo, e a empresa pública com a execução do projeto, que teima em não ver a luz do dia.

O assunto acabou por cair no esquecimento até à última Assembleia Municipal de Santarém de 2017, realizada em dezembro, onde se percebeu, pelos valores inscritos no Orçamento do município para 2018, que a obra dificilmente será para executar ainda durante este ano.

A nota de imprensa da Junta de Freguesia salienta ainda que, embora a prioridade da reunião seja a questão das passagens de nível, este órgão pretende também abordar a falta de manutenção na EN365 e a falta de sinalização horizontal e vertical, dentro da vila.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis