chamusca bibliotecatecfresh2018 slide

O presidente da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Santarém, João Teixeira Leite, que era também vice-presidente da concelhia do partido, apresentou esta quarta-feira, 3 de janeiro, a sua demissão dos dois cargos que ocupava.

Contactado pela Rede Regional, João Leite explicou que a decisão foi tomada por "motivos exclusivamente políticos" e devido a "um acumular de situações" que se passaram nos últimos tempos.

Num email dirigido ao presidente da concelhia do PSD de Santarém, José Gandarez, e aos deputados municipais do partido, João Leite, que foi vereador na autarquia escalabitana no executivo de Moita Flores, explica que em causa está essencialmente a discussão do orçamento e grandes opções do plano do município para o ano de 2018, em que assume "reservas" às orientações políticas da concelhia sobre a posição a tomar relativamente ao documento, aprovado por maioria na Câmara e na Assembleia Municipal.

"Posteriormente, e após o envio do documento, com a posição política dos deputados do PSD, ao Presidente da Autarquia, apesar de anteriormente eu ter referido que seria uma atitude positiva a apresentação de propostas por parte da bancada da Assembleia Municipal, situação que continuo a considerar, ao ler, posteriormente o documento com calma, informei, atempadamente, que não concordava com a leitura do referido documento como declaração de voto do PSD. Pois, apesar de concordar na generalidade com o seu conteúdo, considero que parte do documento é evidenciar publicamente fragilidades na gestão do PSD, bem como, outras posições merecem uma análise mais profunda e até serem discutidas amplamente pelos órgãos próprios do Partido. Fiquei, ainda, mais admirado que a decisão de incluir o documento, como declaração de voto, seria para alguns Deputados Municipais condição essencial para o voto favorável do orçamento para 2018", explica João Leite. 

O agora ex-líder da bancada do PSD acrescenta que "depois destes, e outros acontecimentos, e para bem do futuro da liderança da bancada e da dinâmica que esta deve ter", entende colocar os lugares que ocupava à disposição. No entanto, ressalva que continuará "a participar na vida interna do PSD de Santarém", dever cívico que considera "um imperativo de consciência".

A Rede Regional tentou obter uma reação do presidente da Câmara de Santarém a esta saída de João Leite mas Ricardo Gonçalves não se quis pronunciar para já, referindo que antes de tomar uma posição pública quer discutir o assunto nos órgãos próprios do partido.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis