chamusca pinoquioavisan2017

aguas ribatejo administracao

Catarina Pinheiro do Vale, vereadora na Câmara Municipal de Benavente, é a primeira mulher a integrar o Conselho de Administração da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, que gere o abastecimento e o saneamento em 7 concelhos do distrito de Santarém.

Nas eleições, realizadas na tarde desta sexta-feira, 10 de novembro, Francisco Oliveira, presidente da Câmara de Coruche, que liderava a única lista, aprovada por unanimidade, foi eleito presidente, mantendo-se Pedro Ferreira, presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, como vogal, função que será igualmente exercida por Catarina Vale.

A decisão dá cumprimento à Lei 62/2017, que obriga a que a administração das empresas do setor público tenha pelo menos um terço de elementos de cada sexo a partir de janeiro.

Quanto à Assembleia Geral, continuará a ser presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Almeirim, Pedro Ribeiro, enquanto Paulo Queimado, presidente da Câmara Municipal da Chamusca, continuará a ser o secretário da assembleia.

Todos os cargos são desempenhados sem direito a remuneração mantendo a tradição desde a fundação da empresa em 2007.

O novo mandato tem como prioridade a garantia da sustentabilidade da empresa mantendo ou reforçando a segurança e qualidade nos sistemas de abastecimento e de saneamento de águas residuais.

 

Tarifário acompanha inflação e vão ser inauguradas duas novas ETAR

Na reunião de hoje foi aprovado o novo tarifário da Águas do Ribatejo para o ano de 2018, que terá apenas “ligeiras atualizações”. Segundo a proposta aprovada por todos os sete municípios, a atualização têm por base a inflação e irá traduzir-se  num aumento de poucos cêntimos na fatura a pagar pelos clientes a partir do final de janeiro do próximo ano.

A assembleia vincou a preocupação de manter os tarifários sociais e para famílias numerosas, com mais de quatro pessoas, garantido o acesso de todos à agua da rede e beneficiando as famílias de menores recursos.

Até ao final do ano serão inauguradas duas novas ETAR, em Benavente e Samora Correia, e irá iniciar-se uma empreitada de 4,6 milhões de euros para a nova ETAR e sistema de saneamento da Freguesia de Samora, incluindo os lugares de Porto Alto e Arados.

No concelho de Torres Novas estão em curso obras no valor de 12 milhões de erusos com realce para os Sistemas de Saneamento da Chancelaria/ Pedrógão e Lapas São João da Ribeira.

Na reunião foi reforçada a preocupação de todos os autarcas quanto às consequências da seca.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis