chamusca appelgalego natal2017

abrantesorcamentoparticipativo

Com 391 votos, o projeto “Ringue para Todos - Escola EB1 do Pego”, apresentado por Ana Poupino, foi o mais votado na 2ª edição do Orçamento Participativo (OP) da Câmara Municipal de Abrantes.

A “Casa Típica do Pego”, da autoria de Ana Lília de Sousa, foi o 2º classificado com 292 votos, e o Circuito de manutenção e zona de lazer à entrada do Pego”, apresentado por Jorge Manuel Correia, ficou na 3ª posição, com 204 votos.

Segundo uma nota de imprensa da autarquia, o montante total dos três projetos mais votados é de 190 mil euros.

Uma vez que os mesmos não esgotaram a verba definida para esta edição, que é de 350 mil euros, vão ainda ser incluídos no orçamento para 2018 os projetos mais votados até ao montante disponibilizado.

Sendo assim, serão também orçamentados a “Construção de Instalações Sanitárias nos Cemitérios de São Facundo e Vale de Zebrinho”, de Elsa Pires Coelho, que teve 133 votos, o “Centro Interpretativo do mundo rural em Bemposta”, de Paulo Fernandes, que teve 130 votos, a “Formação Comunitária em Socorrismo e Emergência Geriátrica / Pediátrica – S. Facundo e Vale das Mós”, de Ana Fernandes Ferreira, com 108 votos, e a “Construção de um jardim no miradouro de Fontes e de passeios na Rua N. Srª Assunção – Fontes”, da autoria de Sónia Campos Alagoa, com 42 votos.

Ainda segundo a mesma nota da autarquia, esta segunda edição do OP registou um crescimento de 96% no número de votantes, tendo em conta que votaram 1.090 eleitores, dos quais cerca de 57% são mulheres.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis