chamusca appfestival bike2017

proTEJOmanifestacao

O movimento proTEJO vai realizar a terceira manifestação contra a poluição no rio Tejo e seus afluentes no próximo dia 14 de outubro, pelas 15 horas, em frente ao Ministério do Ambiente, em Lisboa.

A decisão foi tomada na última reunião de trabalho do movimento, onde foi também discutida a situação da petição que o proTEJO lançou, e avaliada a proposta de projeto de monitorização da qualidade da água do Tejo.

A “manifestação irá realizar-se face à continuidade dos episódios de poluição extrema, com principal origem em Vila Velha de Ródão, apesar do Senhor Ministro do Ambiente ter anunciado que a nova ETAR da Celtejo estaria concluída e em funcionamento no passado mês de Maio”, explica o proTEJO em comunicado.

A ação de protesto “tem como objetivo apelar ao governo para agir com eficácia e determinação na contenção dos agentes poluidores, uma vez que a medida de criação de uma brigada de intervenção rápida de fiscalização do IGAMAOT, que estaria disponível a todo o tempo, 24 horas por dia, 7 dias por semana, e equipada com drones, não está a obter os resultados pretendidos”.

O movimento acrescenta ainda que vai exigir “que o Governo proceda à revisão da licença de descarga de efluentes da Celtejo para valores que garantam o objetivo de alcançar o bom estado ecológico das massas de águas do rio Tejo ao longo de todo o seu curso em território português”.

Operações de busca e resgate aquático - Fotos João Dinis