chamusca pinoquioavisan2017

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Santarém questionaram esta quinta-feira, 13 de abril, o ministro do Planeamento e Infraestruturas sobre o ponto de situação nas obras da Estrada Nacional (EN) 362, na zona de Alcanede, no concelho de Santarém.

Numa carta enviada via Assembleia da Republica, Nuno Serra, Teresa Leal Coelho e Duarte Marques realçam a importância que aquela via tem para a região, sendo um eixo rodoviário "vital para um significativo número de empresas, mas também para milhares de cidadãos que percorrem este percurso, ao longo do qual transitam diariamente centenas de veículos pesados numa estrada cada vez mais degradada com impactos diretos na segurança, na qualidade de vida das pessoas e também na eficiência das empresas".

"Nesta área territorial encontram-se cerca de 600 pedreiras ativas, o trajeto desta via é bastante sinuoso e íngreme, o pavimento está muito degradado e as obras de arte integradas apresentam bastantes riscos de ruína", afirma o referido documento, recordando que "os veículos pesados que transitam nesta área transportam anualmente uma média de 3,5 milhões de toneladas de pedra extraída", contribuindo para o sucesso de um setor que teve em 2013 um volume de cerca de 400 milhões de euros.

Além da referida indústria da pedra, na área servida pela EN362 existem outras indústrias que são líderes nos seus sectores, com volume e forte propensão exportadora. São exemplo disso, a industria dos “cortumes” (INDUCOL), equipamentos de frio e hotelaria (OLITREM), mobiliário e colchões (Lusocolchão e J. Louro) , metalomecânica pesada, matadouros e processamento de carnes (Carnes Valinho).

Na carta refere-se ainda que "o governo anterior incluiu a beneficiação/requalificação desta estrada no Plano de obras de proximidade com calendarização para a sua conclusão em 2017".

Como tal não aconteceu, os deputados querem saber qual o calendário previsto para a concretização da beneficiação da EN 362, se o Governo pode confirmar que o projeto de empreitada acima referido está já concluído e quando será lançado o concurso de empreitada da intervenção acima referida.

Comentários   

 
0 #1 joão vieira 18-04-2017 21:52
onde estavam estes senhores quando á 4 anos a população e os autarcas locais alertavam para o mau estado do piso desta via??....onde estavam quando finalizada a A15 ficou na gaveta um projeto para um troço de ligação entre malaqueijo e um nó de ligação em alcanede?..para que servem estes pseudo novo-politizado s senão para terem um ordenado e um monte de regalias no parlamento, se só se lembram de quem votou neles nos anos de eleições( neste caso, autárquicas)??. ..crescem e apareçam meninos.....mai s trabalho em prol das pessoas e não da politica partidária, ok?
Citar
 

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis