chamusca apptagus

cartaxo-leaks

O Presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, e o seu chefe de gabinete, Vasco Casimiro, apresentaram esta terça-feira, 10 de janeiro, na Polícia Judiciária (PJ), uma queixa por difamação contra os autores de uma página no Facebook chamada Cartaxo Leaks, entretanto desativada.

Na referida página, que denunciava alegadas irregularidades no Cartaxo, um dos posts motivou particularmente a reação de Pedro Ribeiro e Vasco Casimiro. Numa imagem montada, que retratava um alegado diálogo entre o presidente e o seu chefe de gabinete, Pedro Ribeiro dava conta que ambos iriam ganhar dinheiro com o negócio com a empresa Cartágua, que gere o abastecimento de água no concelho.

Pedro Ribeiro negou e denunciou, de imediato, o conteúdo da página Cartaxo Leaks, apresentando posteriormente queixa na PJ. “O Vasco Miguel Casimiro e eu apresentámos hoje queixa-crime na PJ. Expresso aqui a nossa gratidão pela forma como foi tratado este nosso assunto por parte do inspector que nos acolheu. Foi-nos dada a garantia que a Unidade Nacional de Combate à Cibercriminalidade -UNC3T - tudo fará para identificar o ou os autores desta calúnia, desta infâmia difamatória”, disse revelou Pedro Ribeiro na sua página na mesma rede social.

O presidente da Câmara do Cartaxo aproveitou para expressar a sua gratidão a todos que repudiaram a publicação e manifestaram a sua solidariedade e garantiu que o assunto não vai ficar esquecido.

Quem intentou contra a nossa honra retirou ontem a falsa informação. Que fiquem a saber que não será por isso que não serão identificados. Vamos continuar atentos a outras manobras desta natureza que, pela experiência que vivemos há 4 anos nas últimas eleições, só agora começaram. A todas elas responderemos desta forma. É tempo de dizermos BASTA!”, afirmou Pedro Ribeiro.

cartaxo -leaks

"É lamentável este tipo de práticas na nossa terra. Espero que a Polícia Judiciária descubra os seus autores. Serei o primeiro a denunciá-los aqui nesta rede social e irei recorrer a todas as instâncias para que sejam punidos. É tempo de dizer basta. A minha honra e a das pessoas que me acompanham merecem respeito", concluiu.

Comentários   

 
+1 #1 José Luis Cruz 12-01-2017 22:09
Decisão correctissima, a que foi tomada por Pedro Ribeiro e Vasco Casimiro.
Espero que a justiça seja feita e que da decisão judicial seja dado público relevo.
As redes sociais são inundadas por cobardes que a coberto do anonimato julgam tudo poder escrever e difamar sem risco de sofrerem qualquer penalização.
É preciso pôr cobro a esta situação pois uma mentira mil vezes repetida acaba por se tornar verdade. Veja-se o caso da bandeira pretensamente pisada por Mário Soares.
Um abraço solidário para o Vasco Casimiro e o Pedro Ribeiro.
José Luis Cruz
Citar
 

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões