chamusca apptagus

tribunal alcanena

A presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira, e os vereadores Maria João Gomez, Luís Pires e Hugo Santarém deslocaram-se no dia 4 de janeiro ao tribunal da vila para assinalar o regresso dos julgamentos a Alcanena, agora Juízo de Proximidade.

Recorde-se que o Tribunal de Alcanena foi alvo de melhoramentos, tendo a autarquia procedido a obras de requalificação da sala de julgamentos, no valor de 16.630,59€ (+ IVA), e realizado vários melhoramentos no edifício, como a construção de uma rampa de acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

Estes melhoramentos haviam sido assumidos por Fernanda Asseiceira a 3 de novembro de 2016, quando reuniu com a secretária de Estado da Justiça, Anabela Pedroso, reafirmando na altura a disponibilidade da autarquia em criar as condições necessárias no edifício do tribunal para que os julgamentos regressassem a Alcanena em 2017.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões