chamusca latitude4micromineiro slide

Educação

constanciaborboletarionoturno

Como forma de comemorar o seu 4º aniversário, que se assinala a 5 de junho, o borboletário tropical do Parque Ambiental de Santa Margarida, em Constância, vai abrir as portas durante as noites de 2 e 3 de junho.

“O outro lado da vida das borboletas” é o tema e o convite para estas visitas noturnas, que vão decorrer a partir das 20h30.

As visitas são gratuitas, mas carecem de inscrição prévia, uma vez que o número de participantes limitado.

As inscrições devem ser efetuadas através do endereço de correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do telefone 249 736 929.

antonio baiao

António Baião, conhecido funcionário da Escola Profissional de Salvaterra de Magos (EPSM), onde era porteiro há vários anos e uma pessoa muito estimada por colegas, professores e alunos, faleceu na noite de domingo 28 de maio, no Hospital de Vila Franca, na sequência de uma paragem cardiorespiratória ocorrida na última quarta-feira, 24 de maio.

O incidente aconteceu durante o I Encontro de Antigos Alunos das Novas Oportunidades e Certificação de Competências da EPSM, realizado num restaurante de Samora, com a participação de mais de uma centena de amigos de António Baião.

A vítima foi prontamente socorrida no local com manobras de reanimação feitas por alguns dos presentes e, posteriormente, pelos bombeiros e pela equipa médica da VMER de Vila Franca de Xira, para onde foi transportada.

O seu estado manteve-se sempre com prognóstico muito reservado, com morte cerebral, vindo a falecer na noite deste domingo.

Natural de Canha, no concelho do Montijo, António Baião, que completava 54 anos na próxima sexta-feira, 2 de junho, estava radicado há vários anos em Salvaterra de Magos, onde era também agente de artistas e organizava eventos, muitos deles de solidariedade.

Esta manhã foi colocada uma faixa negra na entrada da Escola Profissional de Salvaterra de Magos. As cerimónias fúnebres ainda não estão marcadas.

 

cartaxoescolafeiramedieval

O agrupamento de escolas Marcelino Mesquita, no Cartaxo, levou a cabo o “A Escola Tem Talento” e uma “Feira Medieval”, dois eventos que fazem parte do seu plano anual de atividades e que, mais uma vez, contaram com grande envolvimento de toda a comunidade escolar e da população da cidade.

A gala "A escola Tem talento", que se realizou no Centro Cultural do Cartaxo, contou com 12 atuações de dança, canto, execução instrumental, karate e magia.

A aluna Rita Rodrigues arrecadou o primeiro arrecadado o primeiro lugar com a sua interpretação do fado “Gente da Minha Terra”, um original de Mariza, tendo o segundo lugar sido atribuído a um quarteto de sopros constituído por jovens entre os 10 e os 13 anos de idade, e o terceiro a Sofia Catarino, de 15 anos, com uma demonstração de dança.

Tendo em conta que se tratou de uma gala de cariz solidário, os fundos reverteram a favor da “CLR Project”, uma organização não-governamental de apoio humanitário que atua em Portugal e África.

Jogos tradicionais, malabaristas, cuspidores de fogo, petiscos e muita animação foram os principais ingredientes da Feira Medieval, que recriou o espírito da Idade Média dentro da escola nos dias 26 e 27 de maio.

Com os participantes trajados a rigor, esta atividade envolveu não só os alunos e professores da secundária, mas também os pais, que deram vida a dois dias de convívio e petiscos, com destaque para as bifanas, sopas, ervas aromáticas e doces, entre outras iguarias.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões