chamusca natalmicromineiro slide

Educação

santaremmusgocesargarcia1

O biólogo scalabitano César Garcia deu uma palestra subordinada ao tema “Conservar a Natureza neste Natal – O exemplo dos Musgos e espécies associadas” na sexta-feira, 30 de dezembro, onde pediu para se evitar a utilização destes organismos vivos nas decorações natalícias.

Nesta quadra, “a sua conservação é ameaçada pela colheita desregulada e em grandes quantidades, feita por quem não tem ideia da sua vulnerabilidade, para venda em comércio tradicional ou em viveiros, ficando os seus habitats naturais bastante fragilizados”, explicou César Garcia, alertando para o perigo de extinção das cerca de 714 espécies de musgo existentes em Portugal Continental

“Os briófitos (musgos, hepáticas e antóceros) e os líquenes (também conhecidos por musgos das árvores) são neste momento alvo da elaboração de uma lista vermelha europeia pela União Internacional para Conservação da Natureza”, disse o biólogo, acrescentando que muitas destas espécies de “são bastante sensíveis a distúrbios provocados pelo homem, nomeadamente, muito sensíveis a poluição, estando mesmo em risco de desaparecerem”.

César Garcia é doutorado em Ecologia pela Universidade de Lisboa (UL), curador da coleção de briófitos do Herbário LISU do Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC), e é investigador do cE3c – Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais.

A palestra, que decorreu no âmbito do “dia internacional das cidades educadoras”, contou com a presença da vereadora Inês Barroso, da chefe da Equipa Multidisciplinar de Ação para Sustentabilidade (EMAS) da autarquia, Maria João Cardoso, e do chefe da Divisão de Educação e Juventude, João Carvalho, e teve na assistência vários alunos do Agrupamento de Escolas Dr. Ginestal Machado, que se associou ao evento.

santaremmusgocesargarcia

"Conservar a Natureza neste Natal, o exemplo dos musgos e espécies associadas" é o tema da palestra que o biólogo scalabitano César Garcia vai dar esta sexta-feira, 30 de novembro, às 16 horas, no salão nobre dos paços do concelho.

Nesta conferência, César Garcia “pretende sensibilizar as pessoas para a necessidade de terem uma atitude sustentável neste Natal, quando pensarem em utilizar musgo nas decorações de Natal, tendo em conta que esta espécie está ameaçada de extinção, também conhecida como Lista Vermelha da IUCN”, segundo explica uma nota de imprensa da Câmara de Santarém.

Esta iniciativa, que se insere nas comemorações do “dia internacional das cidades educadoras”, conta com a participação de duas turmas das escolas secundárias Sá da Bandeira e Ginestal Machado.

César Garcia é PhD da Universidade de Lisboa, Museu Nacional de História Natural e da Ciência Centre for Ecology, Evolution and Environmental Changes (cE3c).

torresnovasalunosplantamarvoes

No âmbito da iniciativa “Plantar Portugal”, dezenas de alunos de várias eco-escolas do concelho de Torres Novas plantaram 20 sobreiros, três medronheiros e uma azinheira num terreno da Rua do Casal das Mós, junto à zona industrial da cidade.

A ação decorreu esta terça-feira, 27 de novembro, e envolveu estudantes do Centro de Bem Estar Social da Zona Alta, do Colégio Andrade Corvo, das escolas Artur Gonçalves, Maria Lamas, Manuel de Figueiredo, Chora Barroso e Escola Profissional de Torres Novas.

No final da iniciativa, foram entregues às escolas participantes diversas árvores e arbustos, como murtas, aroeiras, sobreiros, azinheiras e medronheiros.

Esta atividade inseriu-se igualmente na “Semana da Reflorestação Nacional”, uma iniciativa do movimento Plantar Portugal, que se realiza todos os anos com o objetivo de promover a preservação da floresta autóctone portuguesa.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves