app chamuscabanner festas coruche

Educação

cenfim

O CENFIM - Núcleo de Santarém inicia no dia 5 de setembro um curso de equivalência ao 12º ano na área da Mecatrónica, para jovens com o 9º ano concluído e idade até aos 24 anos.

O curso é totalmente gratuito e tem como apoios sociais subsídio de alimentação e subsídio de transporte e ainda possibilidade de bolsa de formação.

Os interessados devem inscrever-se ou solicitar mais informações pelo telefone 243 326 676 ou email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

cartaxoprojeduccao

A Câmara Municipal do Cartaxo está a lançar um projeto de educação ambiental para a sustentabilidade, e que deverá arrancar no próximo ano letivo 2018/2019, envolvendo as juntas de freguesia, os agrupamentos de escolas do concelho e as associações de pais e encarregados de educação.

“Educar para a sustentabilidade ambiental é educar para a cidadania. É educar para uma ética da responsabilidade, onde todos têm o seu papel determinante na preservação do planeta, dos seus recursos finitos e das gerações futuras”, explica Pedro Magalhães Ribeiro, o presidente da autarquia.

Segundo o autarca, “é neste sentido que queremos construir uma proposta que envolva todas as associações ambientais do concelho e implementar um programa diversificado de atividades que promova a consciencialização desta necessidade”.

De forma a apresentar a sua proposta a toda a comunidade escolar, juntas de freguesia e ao Conselho Municipal da Juventude, a autarquia está a trabalhar em parceria com “A FREE TO BE – Associação Educar para a Sustentabilidade”, tendo já decorrido a primeira reunião preparatória para a implementação do projeto.

samuel roque

Samuel Roque, aluno do curso de técnico de Eletrónica, Automação e Comando, da Escola Profissional de Ourém (EPO), recebeu o prémio de melhor relatório no concurso AptiPro 2018, realizado em Oliveira do Bairro.

O aluno da escola de Ourém é o autor do projeto "Luva Controladora", que, segundo o próprio, permite melhorar a qualidade de vida e autonomia de pessoas com mobilidade reduzida, facilitando a realização de tarefas através da movimentação da luva controladora, que pode ser adaptada à mão, braço, pé ou cabeça.

Além deste projeto, a EPO levou também a concurso o “Lampadário Ecológico”, do aluno Eduardo Ferraz, do curso Técnico de Gestão de Equipamento, cuja vantagem sobre o lampadário convencional é que as velas são elétricas, logo não emitem fumo, não produzem chama, não libertam cera, nem odores, evitando assim possíveis acidentes.

O Concurso de Protótipos Tecnológicos APTIPRO, que contou com 25 projetos de 14 escolas de todo o país, vai na sua 8ª edição, foi organizado pela Associação Nacional de Professores de Eletrotecnia e Eletrónica e pelo Instituto Profissional da Bairrada e é apoiado pela Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional.

Ainda durante o mês de julho, os alunos da EPO participaram no Concurso Nacional PAPTICe, que valoriza a excelência, inovação, criatividade e emprendedorismo, evidenciados pelos alunos, nos seus projetos de PAP, nas áreas de Informática, Multimédia, Eletrónica e Automação.

De entre mais de 60 projetos apresentados a nível nacional, os 3 projetos apresentados pela Escola Profissional de Ourém foram selecionados para a fase final de apresentação frente a 14 jurados, que decorreu no Barreiro, no Auditório Municipal Augusto Cabrita. A "Luva Controladora" e o "Lampadário Ecológico" repetiram a sua participação em concurso, e ainda o projeto "Arcade Multiplayer", do aluno Rafael Pereira do curso de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos, na categoria Hardware.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis