chamusca appmicromineiro slide

Educação

entroncamentoeducacao

A Câmara Municipal do Entroncamento vai receber quase 320 mil euros em apoios para projetos na área da educação, na sequência da aprovação de quatro candidaturas ao projeto PEDIME – Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação no Médio Tejo, financiado pelo Centro 2020.

Entre os projetos aprovados, está a elaboração do “Plano Estratégico Educativo Municipal e a Revisão da Carta Educativa”, um documento que, segundo a autarquia, será “um instrumento privilegiado na politica educativa local e no planeamento estratégico e sustentado da educação”.

A implementação do projeto “Crescer na Cidade – Mais Inclusão, Melhor Educação”, um programa de apoio às famílias que pretende criar hábitos de estudo nos alunos, também vai ser financiado por fundos europeus, assim como o “Experimenta + Ciência”, que visa fomentar a utilização regular da sala de ciências para desenvolver práticas de experimentação cientifica, no âmbito das disciplinas de Estudo do Meio e Ciências Naturais”.

O quarto projeto aprovado é o “Interage + Aprendizagem Colaborativa”, que pretende “criar centros de tecnologias para uso de alunos e professores como ferramenta de aprendizagem”, explica uma nota de imprensa da autarquia, que acrescenta que “serão disponibilizados computadores e tablets para permitir novas dinâmicas na sala de aula”.

ranking escolas

O Colégio São Miguel, de Ourém, na vertente ensino secundário, o Colégio Infante Santo, de Santarém, em ensino básico, e a Escola Básica e Secundária Dr. Manuel Fernandes, em Abrantes, foram as escolas melhor classificadas no ranking nacional de escolas de 2017.

Confira os dados referentes aos 21 concelhos do distrito de Santarém.

escolas2017-basico

escolas2017-secundario

escolas2017-profissional

corucheginasticar

A Câmara de Coruche lançou o “Ginasticar”, um projeto que alia a brincadeira ao exercício físico para promover o desenvolvimento motor das crianças das creches e jardins de infância municipais.

“As aulas são programadas semanalmente e adaptadas à faixa etária de cada turma bem como às características inerentes a cada criança, de modo a que todas as etapas de aprendizagem sejam cumpridas”, explica uma nota de imprensa da autarquia.

A divisão em quatro blocos de atividades: jogos infantis, deslocamentos e equilíbrios, atividades rítmicas e expressivas e perícias e manipulações são os quatro blocos de atividades programados, com o objetivo de permitir “o desenvolvimento das diferentes capacidades motoras das crianças, proporcionando paralelamente momentos lúdicos”, acrescenta a mesma nota.

O “Ginasticar” vai ter lugar num espaço da antiga escola primária de Coruche, que a Câmara reabilitou exclusivamente para a concretização do projeto.

Santarém: Carnaval Escolar