chamusca appmicromineiro slide

Educação

almeirimlanchessaudaveis

A 3ª fase da iniciativa “lanches saudáveis”, que está a ser desenvolvida no Centro Escolar de Fazendas de Almeirim, já começou no terreno, tendo a nutricionista realizado algumas visitas surpresa a várias turmas para verificar se os alunos estavam a cumprir os objetivos.

A primeira visita da nutricionista às turmas já se realizou e Segundo números revelados pela Câmara de Almeirim, o número de alunos que tinham lanches saudáveis variou entre os 55 e os 100%.

Recorde-se que esta iniciativa arrancou nos dias 4 e 5 de janeiro, com uma ação de sensibilização realizada em 11 turmas, onde os pequenos estudantes ficaram a saber quais os alimentos saudáveis e não saudáveis a incluir nos lanches.

A segunda fase, ligada à sensibilização dos encarregados de educação, decorreu na semana de 8 a 12 de janeiro, com o envio de um folheto com a informação sobre as escolhas saudáveis.

O objetivo das turmas participantes é atingir pontos com os lanches saudáveis, em que a turma mais aplicada ganhará uma atividade surpresa com a nutricionista.

Todas as turmas serão recompensadas com uma "atividade saudável" no último dia de aulas do segundo período.

corucheviolencianamoro

A Associação Plano i vai dinamizar três sessões do mesmo workshop dedicado à sensibilização e prevenção da violência no namoro no auditório do pavilhão desportivo municipal de Coruche, no dia 15 de fevereiro, às 11, 14h30 e 16h30.

“Eu daria o meu mundo por ti, mas preciso dele” é o nome do workshop, que tem como público alvo cerca de 180 alunos da Escola Profissional de Coruche e da Escola Secundária do Agrupamento de Escolas de Coruche.

Esta ação é concretizada através de um caso prático hipotético, uma situação de namoro entre uma rapariga de 14 anos com um rapaz de 16 anos, onde são abordados os diferentes tipos de violência, as diversas provas de amor e ciúme, o controlo efetuado a partir das redes sociais, a partilha de passwords ou as formas de vestir, entre outras questões.

O workshop faz também uma abordagem ao início da vida sexual, à tipificação legal da violência enquanto crime público, as consequências da violência e as estratégias para a evitar, encerrando com um exercício prático com os alunos. onde é apresentada a solução do caso prático inicial.

Neste momento, segundo uma nota de imprensa da Câmara de Coruche, a associação Plano i está a efetuar um mapeamento da realidade da violência no namoro em Portugal, através do Observatório da Violência no Namoro, com o objetivo recolher informação sobre casos reais ocorridos durante o ano de 2018.

entroncamentoensinosuperiorgustave

A Câmara do Entroncamento vai assinar um protocolo tripartido para a criação de um pólo universitário do Instituto Superior de Educação e Ciências (ISEC) de Lisboa nas instalações da Cooptécnica, o campus académico da Escola Profissional Gustave Eiffel.

Neste pólo, serão lecionados cursos técnicos superiores profissionais, licenciaturas, mestrados e pós-graduações, naquele que será o regresso do ensino superior à cidade.

Para o ano letivo de 2018 / 2019, segundo uma nota de imprensa da Câmara do Entroncamento, já estão autorizados a funcionar dois Cursos Técnicos Superiores Profissionais, um de Comunicação e Marketing e outro de Proteção Civil e Socorro.

“A Câmara está empenhada em fazer do Entroncamento uma cidade do conhecimento, em promover uma efetiva igualdade de oportunidades, e em atrair estudantes dos concelhos vizinhos, tirando partido da sua centralidade a nível regional e nacional”, explicou Jorge Faria, o presidente da autarquia.

Santarém: Carnaval Escolar