chamusca appelgalego natal2017

Educação

vitor costa esgt

O diretor da Escola Superior de Gestão e Tecnologia (ESGTS), Vítor Costa, foi reeleito para novo mandato à frente dos destinos desta que é a escola do Instituto Politécnico de Santarém com mais alunos inscritos.

Com um programa de candidatura desenhado em torno de 5 eixos estratégicos, Vítor Costa e a sua equipa organizaram o essencial das propostas em torno dos domínios do ensino e da investigação, do reforço da qualidade do ensino e da internacionalização assim como do forte incremento de iniciativas de cooperação e de parceria - essenciais para o fortalecimento da relação com as empresas, as autarquias e com outras instituições.

Na cerimónia de tomada de posse, realizada a 22 de novembro, dia em que se assinalou o 32º aniversário da ESGTS, o diretor deu nota do trabalho desenvolvido no mandato anterior, nomeadamente no que se prende com o redesenho dos procedimentos, com a racionalização de recursos financeiros e humanos ou com a revisão da oferta formativa e o aumento do número de alunos.

Refira-se que a ESGTS, vive presentemente com a frequência de mais de um milhar de estudantes, cerca de 400 dos quais inscritos pelo 1º ano pela 1ª vez.

Na cerimónia de tomada de posse, alguns estudantes foram distinguidos com um prémio monetário, obtido por mérito académico, em cursos de tecnologia e de informática, numa iniciativa conjunta da escola e da empresa Maxdata.

A data serviu ainda para o reconhecimento dos funcionários docentes e não docentes pelos 20 e 30 anos de serviço prestados na escola superior.

Sérgio Cardoso é o novo subdiretor

sergio cardosoSérgio Cardoso, ex-vereador (PS) na Câmara de Santarém e professor da ESGTS, foi entretanto escolhido para subdiretor da escola, tendo manifestado a sua firme determinação em empregar as suas capacidades no esforço coletivo para o desenvolvimento da escola.

santaremalexherculanoprojetonohate

O Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano recebeu um grupo de 20 professores estrangeiros no âmbito de um encontro transnacional do projeto Erasmus+ “No Place For Hate”, que decorreu entre os dias 26 e 30 de novembro.

Vindos da Roménia, Croácia, Turquia, Polónia e Inglaterra, os docentes tiveram oportunidade de conhecer a dinâmica do sistema educativo português, em visitas a três estabelecimentos de ensino que fazem parte do agrupamento, a EB das Fontaínhas, a EB do Mergulhão e a EB do Vale de Santarém.

Os professores observaram aulas e interagiram com os alunos do 4ºano envolvidos neste projeto, respondendo às suas questões e satisfazendo a curiosidade relativamente às respetivas culturas.

As sessões de trabalho decorreram maioritariamente na escola sede do agrupamento, tendo como grande objetivo a organização da dinâmica do projeto que se desenvolve entre setembro de 2017 e agosto de 2019.

A mobilidade decorrerá em 2018 e 2019, altura em que os jovens alunos terão oportunidade de viajar até às escolas estrangeiras parceiras, conhecendo outros alunos  e cooperando a nível da partilha conhecimentos e cultura.

Os professores europeus tiveram ainda a oportunidade de conhecer a cidade de Santarém, numa visita guiada orientada pelos professores Manuela Farinha e Sérgio Coelho, da equipa Erasmus + do agrupamento Alexandre Herculano.

torresnovasalunosplantamarvores

Cerca de 150 alunos de escolas de Torres Novas plantaram 35 pinheiros e cinco sobreiros na Rua Casal das Mós, perto da zona industrial da cidade, e participaram em várias atividades de divulgação e sensibilização para a proteção e prevenção da fauna e flora autóctone da região.

As iniciativas decorreram no âmbito da “semana da reflorestação nacional”, promovida todos os anos pelo movimento Plantar Portugal para celebrar o dia da floresta autóctone.

As atividades envolveram alunos das “Eco-Escolas” do município, o Centro de Bem Estar Social da Zona Alta, o Colégio Andrade Corvo e as escolas Artur Gonçalves, Maria Lamas, Manuel de Figueiredo, Chora Barroso e Escola Profissional de Torres Novas.

“A esta iniciativa associou-se também a Rota pela Floresta, projeto da ABAE - Associação Bandeira Azul para a Europa, que visa criar sinergias entre as escolas e o município com o principal objetivo de agir pela proteção dos ecossistemas existentes no concelho, com particular enfoque na floresta”, adianta aina uma nota de imprensa da Câmara de Torres Novas.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis