chamusca appmicromineiro slide

Educação

O Bispo de Santarém, D. José Traquina, publicou esta quinta-feira, 21 de dezembro, na página da Diocese de Santarém, uma mensagem para as crianças. Intitulada “A alegria dos pastores”, a mensagem fala da história do nascimento de Jesus e apela a que todos contribuam para a felicidade da sua família.

Eis a mensagem de D. José Traquina às crianças:

“Quando Jesus nasceu em Belém, conta o evangelista São Lucas (2,8-20), de noite apareceu um anjo aos pastores que naquela região andavam a guardar o seu rebanho. Ficaram cheios de luz e assustados, mas o anjo sossegou-os e deu-lhes uma boa notícia que era motivo de alegria para todas as pessoas: em Belém nasceu um Menino que é o Messias, o Salvador.

Os pastores ficaram cheios de alegria e lá foram com as suas ovelhas até Belém à procura do Menino deitado na manjedoura. Quando o viram ficaram muito contentes e começaram a contar o que lhes tinha acontecido e como souberam da notícia.

O que se segue já não é São Lucas a contar. Consta então que os pastores eram três e que levaram presentes, uns queijinhos frescos que entregaram a São José, um recipiente com leite que ofereceram a Maria - Virgem Mãe e um pote de mel silvestre que o pastor mais novo ofereceu ao Menino.

A Maria - Virgem Mãe e São José, estavam encantados com o que estava a acontecer. Entretanto, as ovelhas entram no estábulo atraídas pelo encanto. Quando entraram, o burro começou a remexer-se por não concordar com aquela invasão das ovelhas, então a vaca disse ao burro que tivesse calma que elas certamente se portariam bem. E assim aconteceu, portaram-se muito bem: as ovelhas entraram, olharam com espanto e todas juntinhas cantaram um ‘mé-mé-mé-mé’, a quatro vozes. Estavam bem ensaiadas como acontece nos concertos de Natal. A alegria aumentava e os pastores estavam contentes pelo que viam, pelo que ouviam e também porque a suas ovelhas estavam a fazer boa figura.

Entretanto, as ovelhas, todas ao mesmo tempo e em ritmo igual, abanaram as cabecitas para cima e para baixo e assim fizeram ouvir, alto e bom som, os seus chocalhos que traziam ao pescoço, tudo em honra de Jesus, Messias de Deus. O Menino sorriu ao ver que até os animais se alegravam com a sua vinda ao mundo. Os pastores tocaram o pífaro, fizeram uma dança e depois, de alma cheia, prepararam-se para regressar. Antes de partirem, São José dirigiu-lhes uma palavra de gratidão e de sugestão de vida nova.

Já no novo dia e com as ovelhas a pastar, os pastores resolveram entre si promover uma reunião a sério, um “conselho pastoral”, como dizem os adultos, para falarem acerca das suas vidas. Partilharam como sentiam dentro do peito uma luz permanente e uma grande alegria.

Concluíram que depois de tão grande privilégio de terem visto o Filho de Deus, as suas vidas tinham de ter outra graça e outro comportamento. Então decidiram que não diriam mais palavras feias uns aos outros, deixariam de roubar fruta pelos caminhos por onde passavam e as suas ovelhas já não iriam pisar os terrenos não autorizados para a pastagem. Além disso, seriam fiéis à oração todos os dias, mais delicados com os seus familiares e mais justos e sinceros com todas as pessoas. Assim decidiram e assim procuraram pôr em prática.

Hoje também nós somos chamados a contemplar o presépio. Temos de procurar que a alegria que o Menino Jesus dá a todos nos ajude a termos novos comportamentos. Também os pastores de Belém mudaram as suas vidas. Peçamos ao Menino o gosto que haja em cada casa e em cada família um ambiente onde todos se sintam amados e felizes.

Para todas as crianças e seus familiares, os votos de Natal Santo”.

D. José Traquina, Bispo de Santarém

escola alunos

A Câmara de Santarém aprovou esta segunda-feira, 18 de dezembro, o recurso à reserva de recrutamento para contratar mais 15 assistentes operacionais para a área da educação, que se irão juntar aos 10 cujo processo já estava em andamento e que irão entrar ao serviço assim que forem desbloqueados alguns entraves burocráticos.

Questionada pela Rede Regional, a vereadora com o pelouro da Educação na autarquia scalabitana, Inês Barroso, explicou que a câmara já realizou o concurso público para seleção destes 25 novos funcionários, cujos resultados provisórios foram publicados esta segunda-feira na página da internet do município, aguardando-se apenas que sejam cumpridas questões legais como a publicação dos resultados em Diário da República.

"São funcionários que nos fazem muita falta", afirmou Inês Barroso explicando que a grande maioria vai resolver problemas graves de falta de auxiliares em algumas escolas do primeiro ciclo mas que haverá também funcionários para escolas do segundo e terceiro ciclo, caso, por exemplo, da Escola D. João II.

Apesar de no primeiro procedimento concursal, a câmara ter contratado apenas 10 funcionários, houve logo mais 15 que ficaram na chamada reserva de recrutamento, e que poderiam ser contratados a qualquer momento.

Foi este segundo procedimento que foi aprovado justamente esta segunda-feira, mas terá ainda de ser aprovado em Assembleia Municipal e posteriormente publicado no jornal oficial do Estado. Sem avançar com uma data precisa, Inês Barroso garante no entanto que os 25 funcionários, contratados por tempo indeterminado, deverão entrar todos na mesma altura.

Na reunião de câmara desta segunda-feira, o presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves revelou que a câmara tem atualmente um quadro pessoal de 886 funcionários, dos quais 730 estão ocupados, sendo que destes, 230 estão afectos à área da educação.

chamusca lab

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, inaugurou esta sexta-feira, 15 de dezembro, duas salas do Laboratório de Aprendizagens Inovadoras e Criativas (LAIC) da sede do Agrupamento de Escolas da Chamusca, um projeto executado em colaboração com a câmara local e que envolve várias empresas do concelho como parceiras.

O projeto prevê, no futuro, disseminar novas abordagens pedagógicas como a criatividade e a inovação junto das crianças do concelho, indo assim de encontro a uma nova filosofia de ensino.

No encerramento do primeiro período letivo na sede do Agrupamento de Escolas da Chamusca, Tiago Brandão Rodrigues mostrou muito interesse no projeto de Atividades Extra Curriculares (AEC´s) desenvolvido pela Câmara da Chamusca, classificando-o mesmo de pioneiro a nível nacional.

É um projeto que pretende estimular a criatividade, espírito critico, empreendedorismo, envolvimento social e humano das crianças do concelho capacitando-as para no futuro serem jovens interessados e envolvidos na sociedade e no crescimento e promoção do concelho.

chamusca lab1O presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado, afirmou que a base para ter cidadãos mais interessados passa por capacitá-los desde cedo, e salientou o papel estratégico que a educação tem no projeto municipal.

“Todos queremos ter jovens/adultos com intervenção cívica na comunidade. A chave passa por começar a capacitar esses jovens desde cedo, envolvê-los nos projetos e mostrar que têm voz. O projeto das AEC´s hoje apresentadas ao Sr. Ministro mostra isso mesmo, que temos crianças muito capazes, com bastante vontade e interesse e que o caminho é capacitá-los para que no futuro esses mesmos jovens participem no crescimento do concelho”, disse Paulo Queimado.

"Quando falamos em criatividade e inovação não falamos unicamente de tecnologia e isso também foi demonstrado aqui. A tecnologia inovadora pode ajudar, mas mais do que isso são práticas pedagógicas inovadoras, criativas, em salas como esta ou muitas vezes com simples organização e promoção do trabalho de grupo", afirmou por seu lado o ministro da Educação.

Santarém: Carnaval Escolar