chamusca ensaiobambu

Educação

santaremEPVTempresavirtual

A Escola Profissional do Vale do Tejo (EPVT) vai criar uma empresa virtual para promover a região, no âmbito de um projeto europeu que envolve escolas da Suécia, França, Espanha e Roménia, além de Portugal.

Duas professoras da EPVT estiveram em Visby, na Suécia, a participar no primeiro encontro transnacional do projeto “KA 2 - Learning to Undertake”, que arrancou em outubro no âmbito do Programa Erasmus +.

O objetivo final deste projeto consiste na criação de uma empresa virtual, que vise promover a região onde cada uma das escolas está inserida, tendo já sido definidas algumas estratégias que vão ser trabalhadas durante a sua fase de execução.

O projeto envolve parcerias estratégicas entre cinco escolas, a EPVT, o Liceu Nicolas Brémontiere, de França, a escola técnica Ion Creanga, da Roménia, o Liceu de “Wisbygymnasiet Söder” da Suécia, e o IES Mariana Pineda, de Espanha, que será a escola coordenadora.

Até setembro de 2018, vão decorrer outros encontros transnacionais e mobilidades de alunos para a concretização das atividades delineadas.

santarempijamaescola

Três agrupamentos de escolas do concelho de Santarém aderiram ao “dia nacional do pijama”, uma iniciativa que levou os mais pequenos a levar o pijama para os estabelecimentos de ensino que frequentam.

Esta iniciativa é uma marca registada da Instituição da Mundos de Vida, e serve para lembrar anualmente que uma criança deve crescer numa família e afirmar os seus direitos numa nova realidade social.

A efeméride foi assinalada no Jardim de Infância de Alcanhões e EB1 Póvoa de Santarém, do Agrupamento Sá da Bandeira, no Jardim de Infância de Azoia de Cima, do Agrupamento de Alcanede, e na EB1 de Almoster, do Agrupamento Alexandre Herculano.

De pijama vestido, as crianças leram durante a manhã a história “A fada partiu a asa”, e dançaram uma dança criada pelo Cifrão com música do AGIR, padrinho musical da Missão Pijama 2016.

 escola sec ctx

A Escola Secundária do Cartaxo festejou na quinta-feira, 17 de novembro, o seu 36º aniversário, numa cerimónia que envolveu a comunidade educativa e local, e que serviu também para distinguir os melhores alunos e reconhecer igualmente o trabalho dos professores.

Entre os melhores alunos do ano letivo transato, que receberam diplomas do Quadro de Excelência, destacou-se Luís Miguel Monteiro, que conquistou um prémio de 200 euros, oferta da Caixa Agrícola do Cartaxo.

Este ano a Escola reconheceu  igualmente o mérito das instituições e empresas que colaboraram ao longo do ano no âmbito da formação dos jovens do ensino Profissional e Vocacional.

A partilha do bolo e  dos aperitivos  encheu o  refeitório da Escola  com os  convidados a serem servidos pelos alunos dos cursos profissionais de técnico restaurante/bar. 

O dia ficou ainda marcado por diversas exposições na escola, jogos de matemática, performance de artes, atividades da biblioteca, mostras do clube europeu e projecto E- Twinning, torneios de ténis e ainda o 1º Colóquio de Filosofia, realizado no ​​​​​​​​​​âmbito do Dia Mundial da Filosofia, decretado pela Unesco, e que, neste ano, coincidiu com o aniversário da Escola.

Desert Challenge 2017