chamusca bibliotecatecfresh2018 slide

Educação

alcanenajovensativo

Chama-se “jovens ativos” e é um programa de ocupação de tempos livres que está a ser lançado pela Câmara Municipal de Alcanena, visando a participação dos mais novos em projetos que sugeridos pelos próprios e que vão de encontro aos seus interesses.

A apresentação, que está inserido na programação oficial do Fórum da Juventude de Alcanena, vai decorrer no próximo dia 14 de setembro, às 17h30, no café concerto do cineteatro São Pedro.

O programa, segundo uma nota de imprensa da autarquia, “é destinado a jovens com idades compreendidas entre os 13 e os 17 anos”, e tem como áreas de atividade o ambiente, o apoio a pessoas idosas e à infância, o associativismo, a cidadania, a cultura e património, o desenvolvimento social, o desporto, os direitos dos animais, os direitos humanos, a proteção civil e a saúde.

A apresentação de candidaturas decorre de 17 de setembro a 28 de dezembro, realizando-se as atividades nas interrupções letivas de 2019.

almeirimprolongamentohorario

Tendo em conta o início deste ano letivo, a Câmara Municipal de Almeirim abriu as inscrições para o serviço de prolongamento do horário escolar nos jardins-de-infância e escolas do 1º ciclo da rede pública no concelho.

Nas escolas, este serviço vai funcionar entre as 7h30 e as 19 horas, com atividades lúdicas e pedagógicas para ocupar os tempos livres das crianças.

Os preços deste serviço, que já incluem lanche e seguro, variam entre os 25 e os 35 euros para o ensino pré-primário e os 50 euros para o 1º ciclo, sendo que os encarregados de educação podem requisitar refeições.

Para inscrições e mais informações, os interessados devem contatar a coordenação de cada escola ou os serviços de educação da Câmara Municipal de Almeirim.

IMAGEM DE ARQUIVO / ILUSTRATIVA

Cerca de 300 caloiros da Católica Lisbon of Business & Economics participam esta quarta-feira, 5 de setembro, em mais uma ação do projeto Restolho, recolhendo os restos de colheitas nos campos agrícolas da Golegã.

Esta é a quarta edição desta praxe académica, promovida em conjunto com a Agromais e a Agrotejo, que desenvolvem o projeto Restolho com o objetivo de conciliar a atividade agrícola com a biodiversidade e a sustentabilidade dos recursos existentes, integrado no objetivo de promover o combate ao desperdício alimentar.

O “Dia Solidário” da Católica-Lisbon tem como objetivo integrar os novos alunos no ambiente académico, envolvendo-os e partilhando os valores fundamentais que estão na base da cultura da universidade.

Tal como nos anos anteriores, os produtos recolhidos destinam-se a distribuir pelos bancos alimentares da região.

Desde o seu início, o projeto já recebeu mais de 3.500 voluntários, entre empresas, escolas, universidades, e colheu cerca de 90 toneladas de produtos hortícolas.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis