chamusca appmicromineiro slide

Educação

explosao escola cartaxo

Fez esta quinta-feira, 25 de janeiro de 2018, 33 anos que a Escola Secundária do Cartaxo sofreu uma violenta explosão que vitimou mortalmente dois alunos e uma professora e provocou ferimentos de gravidade variada a mais duas dezenas e meia de alunos, a maioria do 8º C de então.

A explosão, provocada por uma fuga de gás da sala ANG-2 do 1º andar do edifício B da Escola Secundária do Cartaxo, às 16h30 de 25 de Janeiro de 1985, uma sexta-feira, provocou o caos na escola, e na cidade.

Quem viveu a tragédia no corpo, de forma direta, teve ainda de aguardar cerca de 2 décadas (até 2003) para que o Estado cumprisse a sua parte e indemnizasse as vítimas com valores que se situaram entre os 80 mil e os 175 mil euros.

Veja AQUI a reportagem da RTP, com imagens de arquivo, recordando esta tragédia que marcou para sempre a vida do concelho do Cartaxo.

constanciaparqueinfantil

O novo parque infantil na zona do Chão da Feira, no alto da vila de Constância, vai ser inaugurado e colocado à disposição das crianças esta sexta-feira, 26 de janeiro, a partir das 16 horas.

Localizado junto à Escola Luís de Camões, o novo equipamento custou 20 mil euros aos cofres da autarquia, uma vez que a zona envolvente também foi alvo de “uma reabilitação total”, segundo uma nota de imprensa da Câmara de Constância.

O parque infantil, destinado a crianças dos três e os 12 anos, é composto por uma torre de duas plataformas, escada com corrimões, escorrega, estrutura com corda de trepar e escada, rede de marinheiro, um espaldar com quatro degraus e um baloiço de dois lugares.

escola almoster

As aulas regressaram à antiga escola primária de Almoster, que ao longo dos últimos meses sofreu obras profundas que a transformaram num novo núcleo escolar, com capacidade para acolher as crianças do jardim de infância e do primeiro ciclo.

Os primeiros a utilizarem o novo edifício, esta segunda-feira, 22 de janeiro, foram os alunos do primeiro ciclo, estando o regresso dos meninos do jardim de infância previsto para a próxima semana.

Na reunião da Câmara Municipal de Santarém desta segunda-feira, a vereadora com o pelouro da Educação, Inês Barroso, manifestou o seu agrado pela abertura da escola, agradecendo a pais e professores todo o empenho para que a mudança se fizesse sem problemas.

As obras, com um custo estimado de 226 mil euros, incluíram a ampliação e construção de um novo edifício para os alunos do 1º ciclo e a requalificação do edifício do jardim-de-infância, novas salas de actividades e instalações sanitárias para o jardim-de-infância, duas salas de aula e instalações sanitárias femininas e masculinas para 1º ciclo, espaço polivalente, copa e instalações sanitárias para funcionários e professores.

Refira-se que as obras registaram um atraso de cerca de meio ano, situação que provocou várias queixas, uma vez que durante todo este tempo os alunos tiveram aulas em contentores e no edifício da junta de freguesia.

A reabertura do espaço contou com a presença da vereadora Inês Barroso, do presidente da Junta de Freguesia de Almoster, João Neves, e de vários representantes do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, incluindo a diretora, Margarida Pimentel da Franca.

Santarém: Carnaval Escolar