chamusca appmicromineiro slide

Educação

tomarIPTeficienciaenergetica

O Instituto Politécnico de Tomar (IPT) viu aprovada a sua candidatura ao Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência do Uso de Recursos (POSEUR), num valor reembolsável que ronda os 2,1 milhões de euros, com vista à obtenção de uma maior eficiência na utilização dos recursos energéticos nas suas instalações.

No caso específico do IPT, segundo uma nota de imprensa da instituição, “o projeto contempla várias medidas, nomeadamente no que se refere ao isolamento térmico dos edifícios, bem como dos telhados da residência de estudantes, a substituição de toda a iluminação existente por luminária e tecnologia LED”.

O projeto prevê ainda a instalação de um sistema de gestão e monitorização energética que permite monitorizar e controlar os consumos de energia nos vários edifícios (com a possibilidade de corrigir padrões que se afastem do consumo normal), e a aquisição e instalação de painéis solares fotovoltaicos para produção de energia elétrica para autoconsumo.

Está ainda prevista “a substituição do atual parque de caldeiras para aquecimento de águas por equipamentos novos mais eficientes do ponto de vista do consumo de combustível e energia”, acrescenta a mesma nota.

santaremescolaalexandreherculano

Um porteiro da Escola EB 2,3 Alexandre Herculano, em Santarém, foi agredido a pontapé pelo pai de um aluno que estava a tentar forçar o torniquete para sair da escola.

O caso ocorreu esta terça-feira, 23 de maio, por volta hora de almoço, após o funcionário ter avisado o aluno que não poderia sair do estabelecimento sem passar devidamente o cartão na máquina.

Segundo a Rede Regional conseguiu apurar, o pai, que estava junto ao portão, ouviu o ralhete ao menor e envolveu-se numa discussão com o porteiro, que acabou por ser empurrado e agredido a pontapé.

A equipa da Escola Segura da PSP de Santarém foi chamada ao local e identificou os envolvidos no episódio, que foi presenciado por vários encarregados de educação que aguardavam pela saída dos seus filhos.

Quando a polícia chegou, o alegado agressor já tinha abandonado o local.

Contatada pela Rede Regional, a presidente do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Margarida Franca, confirmou a ocorrência da agressão ao funcionário e não quis prestar mais esclarecimentos, adiantando apenas que “o assunto está entregue às autoridades”.

toponimia ernesto nobre

Quase metade (44%) dos nomes das ruas da União de Freguesias da Cidade de Santarém são de homens, com as mulheres a ficarem com uns escassos 6% da toponímia da cidade.

A conclusão é de um estudo de Ernesto Nobre, empresário e aluno finalista do 3º ano do Curso de Educação Social da Escola Superior de Educação de Santarém, que se encontra atualmente a efectuar estágio na Divisão de Acção Social e Saúde da Câmara Municipal de Santarém(DASS).

Segundo dados da autarquia, dos 692 topónimos da União de Freguesias da Cidade de Santarém, 307 têm o nome de homens contra apenas 41 com o nome de mulheres. os restantes 344 têm outras designações.

Ernesto Nobre revela que a ideia passou por "desenvolver e implementar um projecto referente à problemática da Igualdade de Género com enquadramento no Plano Municipal para a Igualdade", envolvendo e sensibilizando a sociedade, e evidenciando com o simples levantamento do número de arruamentos da União de Freguesias da Cidade de  Santarém, qual o número e respectiva percentagem em relação à sua totalidade, em cujas placas toponímicas figuram nomes de mulheres.

Um cenário que a vereadora com o pelouro da Ação Social na Câmara de Santarém, Susana Pita Soares quer ver alterado, uma vez que no concelho há inúmeras mulheres com talento.

O estudo foi apresentado esta segunda-feira, 22 de maio, no centro comercial W Shopping, onde foi também inaugurada a exposição "Toponímia no Feminino em Santarém”, que estará patente até 28 deste mês. Nesta mostra, o público pode ficar a conhecer um pouco sobre a história das mulheres que fazem parte da Toponímia Feminina na União de Freguesias da Cidade de Santarém.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões