chamusca baguncadabanner tasquinhas2017

Educação

salvaterraEPSMtampinhas

A Escola Profissional de Salvaterra de Magos aderiu à campanha “Uma Tampa com Amor”, cujo objetivo passa por recolher 17 toneladas de tampinhas de plástico para a compra de cadeiras de rodas e material ortopédico para instituições de solidariedade social de todo o concelho.

A direção pretende que esta campanha de solidariedade envolva não só os cerca de 400 alunos de todas as turmas do ensino profissional, mas também os perto de 1.000 adultos da rede regional de itinerâncias inscritos no Centro Qualifica da EPSM.

A adesão à campanha partiu de um desafio local do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) de Salvaterra de Magos e da Associação Tampinha Solidária, que teve a sua génese na EPSM.

Hoje, a Associação Tampinha Solidária é uma IPSS liderada por Ana Gil e Sara Cunha, duas antigas alunas da escola, e surgiu no âmbito de mega campanha lançada pelo então Centro Novas Oportunidades da EPSM.

A “Operação Tampinha Colorida”, assim designada na altura, conseguiu recolher toneladas de tampinhas e comprar três cadeiras de rodas elétricas, cujo valor rondou os 15 mil euros, para três crianças da região.

esdrm ar

A Assembleia da República aprovou na sexta-feira, 24 de fevereiro, o projeto de resolução que considera prioritária a construção de uma residência para estudantes na Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM).

O projeto de resolução, aprovado por unanimidade, tem como primeiro subscritor o deputado do PCP António Filipe, eleito pelo círculo de Santarém, refere que a escola é atualmente frequentada por cerca de 900 estudantes, a grande maioria deslocados do seu meio familiar, com todos os encargos daí decorrentes, o que leva a que muitos acabem por não frequentar a escola por falta de meios económicos e que seja também elevado o número dos que se veem forçados a abandonar a escola por incapacidade de suportar a estadia em Rio Maior, anulando as matrículas.

O documento aprovado recorda que as instalações da escola “ficaram inacabadas, com a falta de construção da residência para estudantes (…) cujo terreno, no perímetro da escola, se encontra vago, à espera da respetiva construção, que aliás chegou a ser incluída no PIDDAC sem que o projeto tenha tido execução”.

A votação foi acompanhada, em direto, por uma numerosa delegação da escola. Na página da instituição no Facebook um texto e várias fotos assinalam o “dia histórico” na vida da ESDRM. “Os nossos estudantes, a nossa cidade a nossa região merecem. Bem hajam a todos os que apoiaram e contribuíram para o sucesso desta causa”, termina o texto.

abrantesexpocarnivoros

“Coexistir com os grandes carnívoros: O Desafio e a Oportunidade” é o nome da exposição que está patente até ao final do mês de maio no Parque Tejo - Centro de Acolhimento e Interpretação do Tejo, localizado na margem sul do Aquapolis, em Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes.

Esta “é uma mostra documental sobre os grandes carnívoros da Europa, o lobo, lobo ibérico, urso pardo, glutão, lince euro-asiático e lince ibérico, que tem por objetivo dar a conhecer melhor estas espécies e aspetos como a distribuição, os hábitos alimentares, passando pelas ameaças à sua conservação, para além de pretender sensibilizar para a importância destes animais nos ecossistemas”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Abrantes.

Através de um conjunto de painéis informativos, são apresentados exemplos de gestão conjunta entre diferentes países e de projetos originais de conservação a nível europeu de alguns dos carnívoros ameaçados, realçando-se ainda a presença das espécies na cultura e sociedade europeia.

A exposição será motivo para a realização de visitas de estudo das escolas do concelho, que serão acompanhas pelas equipas técnicas do ParqueTEJO e do Grupo Lobo, Organização Não Governamental de Ambiente, organização responsável pela dinamização desta ação, segundo a mesma nota.

Balonismo em Coruche - Fotos João Dinis