chamusca appmicromineiro slide

escola almoster

As aulas regressaram à antiga escola primária de Almoster, que ao longo dos últimos meses sofreu obras profundas que a transformaram num novo núcleo escolar, com capacidade para acolher as crianças do jardim de infância e do primeiro ciclo.

Os primeiros a utilizarem o novo edifício, esta segunda-feira, 22 de janeiro, foram os alunos do primeiro ciclo, estando o regresso dos meninos do jardim de infância previsto para a próxima semana.

Na reunião da Câmara Municipal de Santarém desta segunda-feira, a vereadora com o pelouro da Educação, Inês Barroso, manifestou o seu agrado pela abertura da escola, agradecendo a pais e professores todo o empenho para que a mudança se fizesse sem problemas.

As obras, com um custo estimado de 226 mil euros, incluíram a ampliação e construção de um novo edifício para os alunos do 1º ciclo e a requalificação do edifício do jardim-de-infância, novas salas de actividades e instalações sanitárias para o jardim-de-infância, duas salas de aula e instalações sanitárias femininas e masculinas para 1º ciclo, espaço polivalente, copa e instalações sanitárias para funcionários e professores.

Refira-se que as obras registaram um atraso de cerca de meio ano, situação que provocou várias queixas, uma vez que durante todo este tempo os alunos tiveram aulas em contentores e no edifício da junta de freguesia.

A reabertura do espaço contou com a presença da vereadora Inês Barroso, do presidente da Junta de Freguesia de Almoster, João Neves, e de vários representantes do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, incluindo a diretora, Margarida Pimentel da Franca.

Santarém: Carnaval Escolar