chamusca appelgalego natal2017

escola alunos

A Câmara de Santarém aprovou esta segunda-feira, 18 de dezembro, o recurso à reserva de recrutamento para contratar mais 15 assistentes operacionais para a área da educação, que se irão juntar aos 10 cujo processo já estava em andamento e que irão entrar ao serviço assim que forem desbloqueados alguns entraves burocráticos.

Questionada pela Rede Regional, a vereadora com o pelouro da Educação na autarquia scalabitana, Inês Barroso, explicou que a câmara já realizou o concurso público para seleção destes 25 novos funcionários, cujos resultados provisórios foram publicados esta segunda-feira na página da internet do município, aguardando-se apenas que sejam cumpridas questões legais como a publicação dos resultados em Diário da República.

"São funcionários que nos fazem muita falta", afirmou Inês Barroso explicando que a grande maioria vai resolver problemas graves de falta de auxiliares em algumas escolas do primeiro ciclo mas que haverá também funcionários para escolas do segundo e terceiro ciclo, caso, por exemplo, da Escola D. João II.

Apesar de no primeiro procedimento concursal, a câmara ter contratado apenas 10 funcionários, houve logo mais 15 que ficaram na chamada reserva de recrutamento, e que poderiam ser contratados a qualquer momento.

Foi este segundo procedimento que foi aprovado justamente esta segunda-feira, mas terá ainda de ser aprovado em Assembleia Municipal e posteriormente publicado no jornal oficial do Estado. Sem avançar com uma data precisa, Inês Barroso garante no entanto que os 25 funcionários, contratados por tempo indeterminado, deverão entrar todos na mesma altura.

Na reunião de câmara desta segunda-feira, o presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves revelou que a câmara tem atualmente um quadro pessoal de 886 funcionários, dos quais 730 estão ocupados, sendo que destes, 230 estão afectos à área da educação.

Coruche: Partida Sahara Desert Challenge | Fotos: João Dinis