chamusca appelgalego natal2017

Educação

chamusca lab

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, inaugurou esta sexta-feira, 15 de dezembro, duas salas do Laboratório de Aprendizagens Inovadoras e Criativas (LAIC) da sede do Agrupamento de Escolas da Chamusca, um projeto executado em colaboração com a câmara local e que envolve várias empresas do concelho como parceiras.

O projeto prevê, no futuro, disseminar novas abordagens pedagógicas como a criatividade e a inovação junto das crianças do concelho, indo assim de encontro a uma nova filosofia de ensino.

No encerramento do primeiro período letivo na sede do Agrupamento de Escolas da Chamusca, Tiago Brandão Rodrigues mostrou muito interesse no projeto de Atividades Extra Curriculares (AEC´s) desenvolvido pela Câmara da Chamusca, classificando-o mesmo de pioneiro a nível nacional.

É um projeto que pretende estimular a criatividade, espírito critico, empreendedorismo, envolvimento social e humano das crianças do concelho capacitando-as para no futuro serem jovens interessados e envolvidos na sociedade e no crescimento e promoção do concelho.

chamusca lab1O presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado, afirmou que a base para ter cidadãos mais interessados passa por capacitá-los desde cedo, e salientou o papel estratégico que a educação tem no projeto municipal.

“Todos queremos ter jovens/adultos com intervenção cívica na comunidade. A chave passa por começar a capacitar esses jovens desde cedo, envolvê-los nos projetos e mostrar que têm voz. O projeto das AEC´s hoje apresentadas ao Sr. Ministro mostra isso mesmo, que temos crianças muito capazes, com bastante vontade e interesse e que o caminho é capacitá-los para que no futuro esses mesmos jovens participem no crescimento do concelho”, disse Paulo Queimado.

"Quando falamos em criatividade e inovação não falamos unicamente de tecnologia e isso também foi demonstrado aqui. A tecnologia inovadora pode ajudar, mas mais do que isso são práticas pedagógicas inovadoras, criativas, em salas como esta ou muitas vezes com simples organização e promoção do trabalho de grupo", afirmou por seu lado o ministro da Educação.

abrantesestojos

As Juntas de Freguesia do concelho de Abrantes estão a oferecer um estojo com a inscrição “Queres um futuro Verde? Protege a Floresta” aos alunos dos jardins de infância e do ensino básico do concelho.

Esta é a “primeira ação de sensibilização para a defesa da floresta, antecedendo uma campanha de prevenção que está a ser preparada pelos grupos de trabalho constituídos após os grandes incêndios do verão, no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais no Concelho de Abrantes”, explica uma nota de imprensa da Câmara Municipal de Abrantes.

A ideia partiu dos autarcas, que anualmente entregam uma prenda da Natal às crianças que frequentam o ensino da rede pública.

“O sucesso da defesa da floresta pode começar nas escolas e junto das famílias”, referiu Bruno Tomás, presidente da Junta de Abrantes e Alferrarede, durante a distribuição deste material pelos presidentes das Juntas, numa ação que decorreu no Quartel dos Bombeiros de Abrantes.

Inês Mariano, comandante operacional municipal, explicou que esta foi primeira de outras ações que vão acontecer em 2018, integradas numa campanha de sensibilização para alertar as pessoas para a limpeza em redor das suas casas.

cartaxodesfilepaz

A cidade do Cartaxo vai ser palco de um desfile da paz que vai reunir toda a comunidade escolar, academias e centros de estudo, associações e instituições de apoio social do concelho, e que como objetivo chamar a atenção para os valores da solidariedade, da união e da partilha.

Esta iniciativa realiza-se na próxima sexta-feira, 15 de dezembro, a partir das 10 horas, desde o Largo do Valverde até à Praça 15 de Dezembro, onde, para marcar o encerramento, as crianças do 1º ciclo do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita vão cantar para todos um concerto de Natal.

Em 2015, segundo uma nota de imprensa da Câmara do Cartaxo, “mais de mil pessoas de todas as gerações, desfilaram com o objetivo de chamar a atenção para os valores mais profundos da época, a paz e a solidariedade, a união, a partilha e a amizade”.

A organização, segundo a mesma nota, espera reunir número idêntico de participantes este ano, depois das condições meteorológicas terem obrigado à desmarcação do desfile em 2016.

Para além do desfile da paz, decorrerá ainda uma exposição de trabalhos realizados no âmbito do “Natal Ecológico”, um projeto promovido pela área de Educação e Juventude da autarquia em parceria com as instituições de ensino e de apoio social.

Este ano, os trabalhos realizados por escolas, jardins de infância, academias, associações e instituições de apoio social do concelho estarão expostos de 15 de dezembro a 6 de janeiro, em vários equipamentos municipais.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis