chamusca appmicromineiro keepcalm

Economia

torresnovasbauUBI

A BAU Special Solutions e a Universidade da Beira Interior (UBI) assinaram um protocolo de colaboração para o desenvolvimento de uma colaboração conjunta nos domínios da informação, investigação e da extensão universitária.

Segundo um press release da empresa de Torres Novas, especializada na aplicação de soluções especiais para o sector da construção, “um dos grandes objetivos é realmente aproximar a universidade da empresa de um modo mais real e eficaz”.

“A UBI é uma instituição que permitirá à BAU, no âmbito regional e nacional, abordar e investigar temas relacionados com a atividade que exerce e, ao mesmo tempo, estreitar laços com uma instituição de ensino no centro do país”, salienta a mesma nota.

Segundo o protocolo, as formas de cooperação podem passar pela realização de estudos e projetos de investigação, organização conjunta de seminários, conferências, colóquios e aulas abertas, ou o intercâmbio de informações estatísticas e de outra natureza, entre outras.

O acordo também prevê que, em cada ano letivo, a BAU faculte estágios a finalistas dos cursos ministrados pela UBI, proporcionando a inserção de recém-licenciados no mercado de trabalho.

antonio costa1

O Programa de Valorização das Áreas Empresariais, anunciado pelo Governo esta terça-feira, 7 de fevereiro, no entroncamento, vai apoiar investimentos em duas áreas empresariais do distrito de Santarém, no valor de quase 11 milhões de euros.

A maior obra será a construção de acessibilidades à Zona Industrial de Riachos, entre os concelhos de Torres Novas, Golegã e Entroncamento, cujo investimento ascende a 8,35 milhões de euros, a concretizar até 2020.

O outro investimento será a requalificação da ligação da Zona Industrial de Rio Maior à Estrada Nacional 114, no concelho de Rio Maior, uma obra de 2,4 milhões de euros, a concretizar até 2019.

Citada pela agência Lusa, a presidente da Associação Empresarial de Região de Santarém (Nersant), Maria Salomé Rafael, considera que "é um anúncio da maior importância porque, quer o Entroncamento, quer Torres Novas, quer Rio Maior, têm extraordinárias acessibilidades, rodoviárias e ferroviárias, para Lisboa, Porto, Espanha e porto de Sines, e esta valorização era uma coisa que há muito tempo se notava faltar no nosso distrito e que, finalmente, vemos no papel e na realidade ser concretizado".

benaventearrozfestival

A Câmara de Benavente e a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo estão a organizar a 1ª edição do festival do arroz carolino da lezíria ribatejana, que vai decorrer de 19 a 21 de maio, em Samora Correia.

Tendo em conta que o concelho é o segundo maior produtor de arroz carolino do país, e tem no seu território unidades que fazem todo o ciclo desde a produção à comercialização, o objetivo é, segundo uma nota de imprensa da autarquia, “criar um produto turístico tendo como base a identidade e a notoriedade do município, naquilo que é a sua excelência na área do património ambiental e paisagístico e de outros valores referenciais”.

O festival vai ser apresentado publicamente na próxima sexta-feira, 10 de Fevereiro, pelas 16.00h, no foyer do cineteatro de Benavente, onde serão revelados mais pormenores sobre o certame.

A apresentação vai contar com a presença do chef José Maria, que será responsável por todos os pormenores ligados à confeção e à apresentação do arroz nos dias do festival, e que vai dinamizar um showcooking com arroz carolino.

Desert Challenge 2017