chamusca ensaiobambu

Economia

nersant canada

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) classifica de “um sucesso” a missão empresarial que organizou ao Canadá e que incluiu 8 empresários.

Esta foi a primeira missão empresarial organizada pela associação ao país, onde as empresas participantes tiveram a oportunidade de reunir com empresas e entidades institucionais de relevo para os negócios, bem como de participar numa mostra permanente de produtos e ainda num jantar de networking onde marcaram presença mais de 100 empresários canadianos.

Uma das empresas portuguesas participantes na missão empresarial foi a BAU Special Solutions, sediada em Torres Novas e representada na viagem de negócios pelo seu Diretor Geral, Jorge Rolão Fonseca, que considera que existe espaço para os produtos portugueses no Canadá.

“De facto, a comunidade de portugueses e luso-descendentes neste país, mais em concreto na cidade de Toronto, é enorme. A distância a Portugal faz com que o mercado da saudade seja uma realidade a ser tida em conta e a ser aproveitada como uma oportunidade de negócio, em setores tão variados como a alimentação, a hotelaria e o turismo. No nosso caso, os sistemas da BAU Special Solutions só poderão ser implementados pela vertente técnica, o que não será difícil dado os mercados onde já atuamos", referiu o empresário.

No primeiro dia da missão, a comitiva empresarial portuguesa foi recebida num seminário de apresentação do mercado do Canadá, onde discursaram o Cônsul Geral de Portugal em Toronto, Luís Barros, o delegado da AICEP em Toronto, Raúl Trovado, e a Presidente da Federation of Portuguese-Canadian Business & Professionals, Michelle Jorge. Esta última entidade organizou ainda um jantar de networking, onde a comitiva portuguesa pôde relacionar-se com mais de 100 empresários luso-canadianos.

António Campos, presidente da Comissão Executiva da Nersant também faz um balanço positivo da viagem de negócios que, além de encontrar clientes e parceiros de negócio para as nossas empresas, num mercado com tanto potencial, serviu também para apresentar o nosso país.

“Viemos convidar os empresários portugueses radicados no Canadá, para que possam ver Portugal como uma janela de oportunidade de investimento. Para além de promovermos as exportações das nossas empresas, queremos ao mesmo tempo, que os empresários olhem para Portugal e para o mercado Europeu de 500 milhões de habitantes", realçou António Campos.

Neste momento, a associação está já a preparar o plano de internacionalização da associação para o próximo ano.

regiaoNERSANTincubarleziria

O período de candidaturas ao 2.º concurso de ideias de negócio do projeto “Incubar+Lezíria” terminou no passado dia 2 de dezembro, com um total de 36 ideias rececionadas.

Este é o segundo de quatro concursos que o projeto de apoio ao empreendedorismo prevê, segundo uma nota de imprensa da Nersant, numa iniciativa “que tem como objetivo promover a criação de novas empresas na região da Lezíria do Tejo”.

A idade média dos concorrentes foi de 33 anos, segundo o mesmo documento, que acrescenta que 10 dos candidatos residem em concelhos fora do Ribatejo.

“Rececionadas as 36 candidaturas, a próxima fase do concurso é a realização de uma pré-seleção dos projetos, que serão posteriormente apresentados perante o júri do concurso, que decidirá os três vencedores”, explica a Nersant, que está a dinamizar este projeto em parceria com o Instituto Politécnico de Santarém, o Agrocluster Ribatejo e a Desmor.

Os interessados em saber mais e participar nas atividades deverão visitar o portal do programa, em http://incubarmaisleziria.pt, ou o portal do Sítio do Empreendedor, em http://sitiodoempreendedor.nersant.pt.

nersant vale

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) e a Startup Santarém estão acreditadas para receber candidaturas ao Vale Incubação, medida desenvolvida no âmbito do programa Startup Portugal - Estratégia Nacional para o Empreendedorismo e que prevê apoio para a contratação de diversos serviços imprescindíveis ao arranque das novas empresas.

As candidaturas estão abertas até 30 de dezembro, estando previstos apoios para a incubação e aceleração de empresas, com menos de 1 ano, nos próximos quatro anos no valor de 10 milhões de euros. São suscetíveis de apoio os projetos de aquisição de serviços na área da gestão (apoio na definição/consolidação do modelo de negócios, acompanhamento na gestão operacional do negócio e tutoria e capacitação na gestão), marketing (estruturação da estratégia de comunicação/marketing, promoção da atividade, produtos e serviços e estruturação e/ou consolidação do processo de internacionalização), bem como assessoria jurídica (assessoria e apoio jurídico).

O Vale Incubação permite a aquisição de um incentivo não reembolsável na ordem dos 75%, com limite de 5.000 euros. Para informar as startups da região sobre este incentivo, a Nersant realizou duas sessões de esclarecimento, uma no Médio Tejo, em Torres Novas, e outra na Lezíria do Tejo, em Santarém, nos dias 5 e 6 de dezembro, respetivamente, onde estiveram presentes dezenas de empresas que ficaram desde logo a conhecer as condições de participação no programa

Saiba mais em http://sitiodoempreendedor.nersant.pt.

Desert Challenge 2017