chamusca latitude4micromineiro slide

Economia

abrantestagusvalley

As instalações do Tagusvalley, em Abrantes, vão acolher a apresentação pública do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E) no Médio Tejo, numa sessão que está marcada para a próxima segunda-feira, 29 de maio, às 11 horas.

Esta apresentação, que vai contar com a presença do secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, e da presidente da Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Centro 2020, Ana Abrunhosa, tem como objetivo divulgar e informar sobre esta medida de apoio ao investimento e à criação de emprego na região do Médio Tejo.

O SI2E “visa apoiar projetos de criação, expansão ou modernização de micro e pequenas empresas com criação líquida de emprego, através do financiamento de postos de trabalho e das despesas de investimento”, explica uma nota de imprensa da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT), que acrescenta que os fundos serão geridos pelos Grupos de Ação Local (GAL) quando se tratam de projetos com um investimento elegível até 100 mil euros, e pela comunidade intermunicipal sempre que o investimento elegível esteja compreendido entre 100 e os 235 mil euros.

santaremgotikgin01

Coube ao famoso bartender espanhol Pablo Melian preparar os primeiros gin’s com que o “Gotik Dry Gin” se apresentou à cidade onde é produzido, Santarém, numa ação de promoção que decorreu na sexta-feira, 19 de maio, primeiro no Tejá, para convidados, e depois no Tascá, para o público em geral.

O primeiro gin produzido no Ribatejo é da lavra da Mvpgin, uma empresa formada por Gonçalo Pereira, Nuno Duarte, António Martins, Valter Taínha e João Paixão, cinco amigos scalabitanos que começaram a desenvolver este projeto já lá vão quase três anos.

Os primeiros dois anos, segundo explicam, foram dedicados às primeiras experiências e ao desenvolvimento do produto, onde contaram com a ajuda técnica da Escola Agrária de Santarém.

santaremgotikgin02Produzido numa destilaria nas Fontaínhas onde são utilizadas técnicas de destilação ancestrais em alambique de cobre, o “Gotik Dry Gin” é elaborado à base de abóbora, noz e tomate, e leva 21 botânicos.

Os autores tiveram o cuidado de procurar e experimentar ervas aromáticas da Serra de Aire e Candeeiros, na sua maioria, na tentativa de desenvolver um produto de alta qualidade com a riqueza botânica da região.

“Tem um sabor único, diferente de toda a concorrência”, garantem os elementos da Mvpgin, que explicam ainda que o nome foi escolhido a partir do estilo arquitetónico que marca a história de Santarém, o gótico, conceito que serviu de base ao design e à linha de promoção do produto.

Esta primeira edição do “Gotik Dry Gin” presta homenagem à Igreja de Santa Clara, com a sua rosácea em destaque, e a Mvpgin garante que as futuras edições vão manter a mesma ligação ao património histórico da cidade.

Depois de um pré-lançamento comercial em dezembro de 2016, com uma edição limitada de 200 garrafas numeradas, o “Gotik Dry Gin” está no mercado desde março, e já pode ser encontrado e provado na maioria dos bares e discotecas de Santarém.

nersant si2e

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) apresentou nos últimos dias, em reuniões realizadas em Santarém, Cartaxo e Benavente, o SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego, um programa que além de apoiar a criação de empresas, contempla apoios a fundo perdido para investimentos na aquisição de equipamentos e obras de remodelação de empresas já criadas, o que há muito não se via em sede de fundos comunitários.

Compatível com outras candidaturas no âmbito do Portugal 2020 - e desde que não sejam contemplados os mesmos investimentos - a Nersant apresenta este programa como "uma excelente forma de as empresas em territórios de baixa densidade virem complementar os seus investimentos".

O sistema de inventivos é direcionado para micro ou pequenas empresas de todos os setores de atividade, com exceção dos setores da pesca, aquicultura; produção agrícola primária e florestas; transformação e comercialização de produtos agrícolas e florestais; projetos de diversificação de atividades nas explorações agrícolas, atividades financeiras e de seguros (CAE 64 a 66); defesa (CAE 25402, 30400 e 84220), lotarias e outros jogos de aposta (CAE 92).

Os avisos estão neste momento já abertos para a Lezíria do Tejo, com a primeira fase de candidaturas a terminar no dia 16 de junho, esperando-se que haja muita afluência de projetos a concurso.

A associação empresarial está ainda disponível para prestar esclarecimentos através dos contactos Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou 249 839 500.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões