chamusca appmicromineiro keepcalm

Economia

entroncamentoestacao

A comissão de utentes de serviços públicos do concelho do Entroncamento lançou um abaixo-assinado onde exige acessos seguros, cómodos e funcionais na estação ferroviária do Entroncamento.

Após a recolhe de assinaturas, o documento será entregue à Infraestruturas de Portugal, atual responsável pela gestão do espaço, “um dos mais importantes interfaces ferroviários do país”.

O movimento defende a qualificação da estação com “passagem subterrânea, serviços de apoio aos utentes, acesso às plataformas e ligação entre norte e sul da cidade”, segundo se lê no texto do abaixo-assinado.

“Para além da necessária promoção de preços mais atrativos, deveria haver a integração / articulação de diversos operadores para potenciar a utilização do transporte público”, acrescentam os dinamizadores desta iniciativa, que conta com o apoio do Movimento Utentes Serviços Públicos do Distrito de Santarém.

santaremstarupalcanede

A Câmara de Santarém e a Nersant vão criar uma incubadora de empresas no antigo jardim-de-infância de Alcanede.

A informação foi avançada pelo próprio presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves, durante o lançamento do projeto “Ribatejo Empreende”, que decorreu esta sexta-feira, 3 de fevereiro, na Start-Up Santarém.

Segundo Ricardo Gonçalves, o projeto, que inclui as obras de remodelação do edifício, será financiado através do Portugal 2020, ao abrigo das verbas disponíveis através da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT).

“Esperamos que esteja concluída e pronta a funcionar no final do Verão”, afirmou Ricardo Gonçalves que destacou a importância económica da zona norte do concelho, onde está concentrada a indústria da extração de pedra e existem empresas exportadoras como a Inducol ou a Olitrem, entre outras.

santaremnersantribatejoempreende

A Nersant defende a criação de mecanismos regionais de financiamento ao investimento e ao empreendedorismo, mais próximos das realidades específicas das empresas de cada região.

O repto para a sua criação foi deixado pela presidente da direção da associação empresarial ao secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, durante o lançamento do projeto “Ribatejo Empreende”, que decorreu esta sexta-feira, 3 de fevereiro, na Start-Up de Santarém.

Maria Salomé Rafael desafiou inclusivamente as Caixas de Crédito Agrícola a unirem-se para apoiar projetos empresariais da região que, apesar de viáveis, enfrentam as crónicas dificuldades no acesso ao crédito em condições favoráveis.

A apresentação do “Ribatejo Empreende” foi também a oportunidade para a Nersant deixar um balanço do funcionamento da Start-Up Santarém, que foi inaugurada em março de 2016 por João Vasconcelos.

Em menos de um ano, foram criadas 96 empresas, e já em 2017 concorreram 22 start-ups ao programa do governo “Vale da Incubação”, tornando o Ribatejo na região com mais candidaturas apresentadas.

Na cerimónia, foram ainda entregues os certificados aos participantes do “1º Programa de Aceleração de Ideias” e aos vencedores dos dois concursos de “Ideias de Negócio”.

Desert Challenge 2017