chamusca appelgalego natal2017

Economia

santaremcnematecfresh2

O Cnema faz um balanço positivo da primeira edição da Feira Tecnológica para Frutas e Hortícolas – Tecfresh’17 – que decorreu entre os dias16 e 18 de novembro, em Santarém.

O evento “encerrou portas com um saldo positivo na participação de profissionais e de empresas que apostaram no certame para a divulgação de produtos e serviços”, considera o Cnema, salientando que a Tecfresh “contou com satisfação generalizada dos expositores presentes que obtiveram contactos e realizaram negócios numa feira que tem potencial para crescer”.

Orientada para profissionais, o evento teve como objetivo concentrar empresas, instituições e associações, com produtos e serviços destinados a este tipo de mercado e enquadrou-se na necessidade de proporcionar aos agentes económicos um local de encontro e que pudesse ser um polo de debate sobre as questões essenciais do sector.

“O certame recebeu um conjunto de conferências e seminários que contaram com uma ampla participação de profissionais ou simples interessados e que tiveram como objetivo discutir e apresentar problemas relacionadas com o sector e com o mercado envolvente”, salienta ainda o Cnema.

Paralelamente, decorreu também a cerimónia de entrega de prémios dos Concursos Nacionais decorreram no CNEMA em outubro, como o 6º Concurso Nacional de Doces de Fruta Tradicionais Portugueses, o 2º Concurso Nacional de Aguardentes não Vínicas Tradicionais Portuguesas e o 6º Concurso Nacional de Frutos Secos Tradicionais Portugueses.

abrantestagusvalley

O TagusValley está a dinamizar na região do Médio Tejo o “ARRISCA C”, um concurso nacional de ideias e planos de negócio que desafia jovens empreendedores a dar o “Salto para o Sucesso”.

Com inscrições abertas até 29 de dezembro, o concurso, que já vai na sua 9ª edição, vai atribuir mais de 140 mil euros em prémios, nomeadamente 12 meses gratuitos de instalação na incubadora de empresas e até 20 mil euros por ano para criação de postos de trabalhos.

O “ARRISCA C”, segundo uma nota de imprensa da TagusValley, “é promovido em consórcio por 15 parceiros, liderados pela Universidade de Coimbra e apoiado por mais de duas dezenas de patrocinadores”.

“Esta nova edição do concurso de ideias e planos de negócio aposta no conceito «Chegou o momento de dares o salto para o Sucesso»”, e prevê, “para além das categorias ideias de negócio, planos de negócio e melhor projeto do ensino secundário, o prémio Social ao Centro que irá reconhecer ideias com uma forte vertente de responsabilidade social e potencial de impacto considerável na sociedade portuguesa”, acrescenta a mesma nota.

As candidaturas podem ser individuais ou em equipas até 5 elementos, em que pelo menos um dos promotores seja estudante ou recém-diplomado há menos de cinco anos de qualquer Instituição de Ensino Superior do país.

alcanenamorcela

A sexta edição do festival gastronómico da cachola e da morcela está de regresso aos restaurantes do concelho de Alcanena entre os dias 23 e 26 de novembro.

Este ano, o certame conta com 13 restaurantes aderentes, em que cada um será responsável pela composição de uma ementa que valorize os produtos regionais e a gastronomia tradicional.

“A Praça” e “O Cantinho do Toino” (em Alcanena), o “Cantinho dos Charutos” (Covão do Coelho), “Cantinho dos Sabores” (Minde), “Central” (Vila Moreira), “O Miranda” (Casais Romeiros, “Olhos d’Água” e “O Peregrino” (na Louriceira), “O Mal Cozinhado” (Monsanto), “O Patanisca Dourada” (Raposeira), “O Regato” (Bugalhos), “Retiro dos Pacatos” (Malhou) e “Simões” (Vale Alto) são as casas aderentes.

O certame, segundo uma nota de imprensa da Câmara de Alcanena, desafia os restaurantes a “recuperar e divulgar alguns dos sabores mais peculiares desta região, associados à cozinha tradicional e popular das gentes das serras, de Aire e Candeeiros, e do bairro, terras prenúncio do Tejo”.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis