chamusca bibliotecatecfresh2018 slide

Economia

azeite asae

A Unidade Operacional de Santarém da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 4.200 litros azeite falsificado (a granel e pré-embalado) num produtor/embalador de azeite da zona de Porto de Mós.

Segundo a ASAE, tratando-se de um produto rotulado como “Azeite Virgem - Azeite obtido diretamente de azeitonas, unicamente por processos mecânicos"; na sua composição foi detetada a presença de um óleo vegetal com características diferentes de azeite refinado – prática esta fraudulenta – uma vez que induz o consumidor final em erro.

Os inspetores apreenderam ainda 103.500 rótulos que iriam ser utilizados nas embalagens daquele azeite, com alegações indevidas sobre benefícios para a saúde, entre outras irregularidades.

O valor da apreensão ascende a 21 500 euros.

almeirimCVRTejoinauguracao

Apesar de já ocupar o edifício há vários meses, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) vai fazer a inauguração oficial das suas instalações na Rua de Coruche, em Almeirim, no próximo dia 11 de outubro, às 17h30.

Depois de 20 anos no antigo edifício do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), em Santarém, a CVR Tejo mudou-se para os antigos escritórios e oficinas do IVV em Almeirim, onde, para além dos serviços administrativos, vai inaugurar uma sala para a câmara de provadores, com condições necessárias para a realização de provas para classificar os vinhos.

Além do órgão responsável pela certificação dos Vinhos do Tejo, cujas obras de requalificação arrancaram em 2014, num investimento de 170 mil euros, o edifício vai também albergar a sede da Confraria Enófila Nossa Senhora do Tejo e a Rota dos Vinhos do Tejo.

A inauguração vai contar com a presença de Luís Medeiros Vieira, secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Pedro Ribeiro, presidente da Câmara de Almeirim, e Luís de Castro, presidente da CVR Tejo.

santaremloungejardimrepubica

A empresa Tendência Imperdível, Unipessoal, venceu a hasta pública que a Câmara Municipal de Santarém realizou esta terça-feira, 2 de outubro, para a concessão da cafetaria e esplanada adjacente no Jardim da República.

O novo concessionário, que tem sede social em Santarém, vai ficar a pagar uma renda mensal de 825 euros, acrescidos de IVA, por um prazo de 60 meses, em que tem que explorar ininterruptamente o espaço concessionado.

Segundo o que foi definido nesta hasta pública, ficará também responsável pela realização das obras previstas no caderno de encargos definido pelo município, uma vez que o espaço necessita de várias intervenções para poder funcionar.

Notícia relacionada:

Cafetaria do Jardim da República vai novamente a hasta pública

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis