app chamuscamicromineiro slide

Categoria: Economia

santaremAguasIntervencaoRuaO

A Águas de Santarém vai reabilitar o coletor de águas residuais domésticas que atravessa a circular urbana D. Luís (Rua O) na zona do hospital com recurso a técnicas inovadores que vão dispensar a abertura de vala, o que evitará também o corte da circulação numa das artérias mais movimentadas da cidade.

A empreitada vai decorrer entre os dias 15 e 19 de outubro, estando previsto o condicionamento do trânsito apenas numa das faixas de rodagem, e durante o período normal de trabalho.

Em comunicado, a empresa scalabitana explica que os trabalhos serão executados “através do método de relining, que consistirá na passagem de uma manga flexível pelo interior do coletor, inflada e moldada ao formato do coletor existente com a aplicação de resinas”.

“Após secagem, além do reforço estrutural que confere, irá restituir o normal funcionamento do coletor na condução das águas residuais do sistema em que se inclui”, lê-se no mesmo comunicado, onde a Águas de Santarém explica que uma intervenção desta natureza demoraria várias semanas a ser concluída e obrigaria ao desvio do trânsito na zona, caso se optasse pela tradicional abertura de vala.

No local, o coletor está colocado a cerca de oito metros de profundidade, e apresenta várias patologias que foram observadas depois de uma inspeção com recurso à tecnologia vídeo.

Obras na Gançaria também sem abertura de vala

No mês de outubro, a Águas de Santarém vai também arrancar com mais uma fase da empreitada de reabilitação do sistema de condutas de água na Maqueda, freguesia da Gançaria, onde será usado o “método pipe bursting, sem abertura de vala em toda a extensão do traçado”.

A empreitada, com a duração de 120 dias, prevê a substituição das duas condutas principais no sistema da Gançaria, no troço entre a Rua Dr. Silvino Sequeira e os reservatórios.

No que se refere à “reabilitação de infraestruturas de maior fragilidade ao nível do abastecimento”, a Águas de Santarém “procedeu à substituição das condutas, elevatória e de distribuição de água, entre a captação da Gançaria e a Rua 8 de Setembro, e entre o limite do concelho e Mosteiros”, bem como a repavimentação da estrada que liga o concelho a Mosteiros, informa ainda a empresa.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves