app chamuscamicromineiro slide

Categoria: Economia

santaremnersantbioeconomia

A Nersant e o Agrocluster Ribatejo vão realizar a segunda de quatro mesas redondas dedicadas ao tema da bioeconomia no próximo dia 19 de abril, pelas 15 horas, na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Santarém (IPS).

Esta iniciativa surge no âmbito do “Bio-Ware”, um projeto que tem por mote "desenvolvimento de produtos de valor acrescentado", e pretende a capacitação das organizações para desenvolverem novos produtos e serviços derivados de resíduos e dessa forma criarem e acrescentarem valor.

“As potencialidades do valor acrescentado como uma mais-valia é uma das bandeiras do programa deste programa de sensibilização para a bioeconomia”, explica uma nota de imprensa da Nersant, que acrescenta que “o objetivo é dotar as empresas de ferramentas que visam permitir um input na sua rentabilidade e competitividade no mercado”.

Deste workshop, faz parte do programa a apresentação do projeto “Bio-Ware - Programa de Sensibilização para a Bioeconomia”, com todo o seu enquadramento, objetivos e áreas de atuação, à qual se seguirá a intervenção de Luís Girão da SPI - Sociedade Portuguesa de Inovação, com o tema "Tendências e caminhos estratégicos para as empresas".

No seguimento do programa, terá a palavra Lígia Rodrigues, do Centro de Engenharia Biológica da Universidade do Minho, com a temática "Produtos de valor acrescentado a partir de resíduos dos setores Agro-Alimentar-Florestal".

Para melhor demonstrar as potencialidades do tema central da mesa redonda, o workshop conta ainda com a intervenção da Sofalca - Sociedade Central de Produtos de Cortiça, Lda. na pessoa do seu CEO, Paulo Estrada, que irá dar a conhecer a experiência desta empresa do concelho de Abrantes no âmbito da bioeconomia.

No final, haverá um debate que permitirá a partilha de experiências e criação de rede de contactos e conhecimentos sobre o tema, moderado pela SPI.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis