chamusca appbanner25abril

micromineiro slidecoruche sabores-tasquinhas

Categoria: Economia

alpiarca CTT

Os CTT querem fechar 22 lojas em todo o país, incluindo duas no distrito de Santarém: Alferradede, no concelho de Abrantes, e Alpiarça.

Segundo o jornal Eco, o presidente do Conselho de Administração dos CTT, Francisco Lacerda, fez chegar à comissão de trabalhadores da empresa um pedido de parecer, onde são apontadas as 22 lojas, incluindo as já atrás citadas no distrito de Santarém.

O coordenador da comissão de trabalhadores, garantiu à rádio TSF que a decisão de fechar mais de 20 lojas não foi comunicada pela administração aos funcionários, e destaca que em causa estão “cerca de 10% das estações que estão abertas a nível nacional”.

O coordenador da Comissão de Trabalhadores dos CTT afirma que ainda não foi apurado o número concreto de postos de trabalho afetados, mas assegura que a medida vai atingir mais de 40 funcionários.

Em declarações à agência Lusa, os presidentes da União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede e da Câmara de Alpiarça reagiram com surpresa e preocupação à notícia sobre o encerramento das lojas dos CTT, tendo assegurado que vão tentar reverter a decisão.

O presidente da União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede, Bruno Tomás (PS), disse à agência Lusa que este fecho vem juntar-se "à falta de carteiros e aos atrasos recorrentes na distribuição, prejudicando toda a população num serviço que se quer público, de proximidade e de qualidade", tendo observado que naquela União de Freguesias habitam cerca de 18.400 pessoas, cerca de metade do total da população do concelho.

O executivo desta União de Freguesias vai reunir de urgência e de forma extraordinária na quinta-feira e o autarca tem a intenção de pedir para que a administração dos CTT o receba para explicar os motivos desta decisão.

Já o presidente da Câmara Municipal de Alpiarça, Mário Pereira (CDU), reagiu à notícia do fecho da estação dos correios na sede do concelho revelando que o que está em causa é a prestação de um serviço público essencial para uma população composta por cerca de 7.800 pessoas.

"Era uma possibilidade que pairava e foi-me garantido que não havia essa intenção nas várias vezes que reuni com a administração dos CTT, pelo que espero que ainda haja margem para dialogar e evitar este fecho de um serviço público essencial e que é o único no concelho" de Alpiarça, disse o autarca.

Cerimónia de Apresentação Santarém Cup 2018