chamusca appTecfresh17

Categoria: Economia

cartaxovalleyparkcomercializacao

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, foi o convidado de honra da sessão de apresentação das condições de comercialização da Área de Localização Empresarial (ALE) do Falcão – Valleypark, cujas infraestruturas já podem ser negociadas com os investidores interessados.

Representando um investimento municipal superior a 2,3 milhões de euros, a ALE tem uma área infraestruturada de 155 mil metros quadrados, e é constituída por 63 lotes de 500 e de 1000 m2, todos com possibilidade de emparcelamento.

A ALE do Falcão – Valleypark “é um bom exemplo do bom momento que o Cartaxo vive”, referiu Manuel Caldeira Cabral durante a sessão, que reuniu empresários do concelho e da região, autarcas, deputados e responsáveis de instituições públicas e privadas, entre os quais os presidentes da CCDR Lisboa e Vale do Tejo e da CCDR Alentejo, ou a Direção Executiva do Fundo de Apoio Municipal.

As condições de comercialização foram apresentadas pelo presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, e por José Eduardo Carvalho, presidente do conselho de administração da ALE do Falcão - Valleypark.

“Este é um dos dias mais importantes deste mandato”, referiu o responsável do município, explicando que “resolver os enormes problemas que esta ALE enfrentava em 2013, pela sua complexidade, foi um dos maiores desafios que enfrentámos”.

José Eduardo Carvalho destacou a importância competitiva desta ALE no que se refere ao seu ”modelo e legislação de licenciamento e tramitação administrativa de instalação de empresas”.

A comercialização dos lotes que “finalmente se vai poder iniciar” foi possível pelo recente registo do plano de pormenor do loteamento, assim como pelo facto de a sociedade gestora ter visto os seus créditos à banca adquiridos por um grupo de investidores que “vai dinamizar o projeto”.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis