app chamuscabanner festas coruche

Desporto

maria martins europeus

A ciclista ribatejana Maria Martins classificou-se em nono lugar na disciplina olímpica de omnium dos Campeonatos da Europa de Ciclismo em pista coberta, que se realizaram em Glasgow, na Escócia.

A jovem, sub-23 de primeiro ano, fez um concurso sempre em crescendo na prova de Elite, superando todas as expectativas para acabar entre as dez melhores da Europa numa disciplina em que todos os países apostam forte, por se tratar do arranque da qualificação para os Jogos Olímpicos.

A corredora da Moçarria (Santarém) começou com o 17.º lugar em scratch, foi a 12.ª na corrida tempo e oitava em eliminação, prova em que sofreu uma aparatosa queda, que não lhe provocou mazelas graves, entrando para a corrida decisiva por pontos no 12.º posto.

Apelando a todo o seu esforço e concentração, Maria Martins atacou várias vezes e conseguiu ser a segunda no último sprint, com pontuação a dobrar. Esta atitude permitiu-lhe trepar três posições na geral, finalizando o concurso na nona posição.

“Não esperava um resultado tão bom. Entrei um bocado receosa na corrida por pontos, porque é uma prova que pode revirar completamente a classificação. Estou muito feliz, só tive pena de não ter vencido o último sprint, porque subiria ao sétimo lugar. Mas, se calhar já estou a ser demasiado ambiciosa, porque fazer nono lugar na estreia, numa disciplina olímpica com muito nível era algo inimaginável quando iniciei este Campeonato da Europa”, confessou "Tata" Martins no final da prova.

cesar margingil espumante

MARTINGIL, AO CENTRO, COM A CAMISOLA DE LÍDER DA JUVENTUDE

Depois do segundo lugar no prólogo da Volta a Portugal em bicicleta, realizado em Setúbal, onde ficou a escassos dois segundos do vencedor da etapa, o ciclista ribatejano César Martingil (Liberty Seguros / Carglass) voltou a ficar muito próximo da vitória, terminando a primeira etapa no terceiro lugar, com o mesmo tempo do vencedor.

Na classificação geral individual, Martingil, natural do Granho, Salvaterra de Magos, soma 5h17m03s, estando a dois segundos do camisola amarela, Rafael reis, da Caja Rural.

Martingil está ainda em destaque entre os mais jovens, ocupando o primeiro lugar no Prémio da Juventude, com 3 segundos de vantagem sobre Ivan Centrone.

Esta sexta-feira, 3 de agosto, disputa-se a segunda etapa da Volta, a maior desta 80ª edição (203,6 quilómetros), entre Beja e Portalegre, numa tirada que deverá voltar a ser afetada pelo calor.

cesar margingil flores

cesar martingil

O ciclista ribatejano César Martingil, natural do Granho, concelho de Salvaterra de Magos, classificou-se em segundo lugar no prólogo da Volta a Portugal em Bicicleta, que se realizou na tarde desta quarta-feira, 1 de agosto em Setúbal.

A correr pela Liberty Seguros-Carglass, César Martingil, de 23 anos, só foi batido por Rafel Reis (Caja Rural), ciclista natural de Setúbal e profundo conhecedor do percurso, que conseguiu menos 2 segundos que o ciclista salvaterrense, que liderou a prova durante algum tempo.

“Foi uma prova no limite. Estar tanto tempo sentado e perder o lugar... Mas estou contente na mesma e estar no pódio é muito bom. Amanhã [quinta-feira], posso estar na discussão e posso estar de amarelo”, disse em declarações à agência Lusa César Martingil, que na geral individual está a 2 segundos da camisola amarela.

Esta quinta-feira, dia 2, disputa-se a primeira etapa em linha da 80.ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta, com 191,8 quilómetros a ligar Alcácer do Sal a Albufeira, num percurso com apenas duas contagens de montanha de quarta categoria.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis