chamusca apptagus

Desporto

campo cha das padeiras

A direção da União Desportiva de Santarém diz estar perante “uma situação insustentável” e anunciou esta segunda-feira, 10 de julho, a suspensão de um escalão de futebol 11 para a época 2017/18 e o adiamento do regresso do futebol feminino ao clube.

Num comunicado com 20 pontos, onde são enumerados alguns dos principais constrangimentos do clube ao nível das infraestruturas, que se limitam ao Campo Chã das Padeiras que, por ser de relva natural, só permite 6 horas de utilização semanal, os responsáveis unionistas criticam a falta de soluções para os jovens da cidade praticarem futebol.

“Atualmente todo o parque desportivo de Santarém é deficiente: O Campo Chã das Padeiras necessita de ser totalmente requalificado (relva, bancadas, bar, etc.), e são indispensáveis campos de relva sintética de apoio; a oferta da escola agrária já é insuficiente para a procura que tem e as condições para acolher o público são impróprias; o campo da Ribeira de Santarém nem condições para receber adeptos tem; e o campo da Escola Prática de Santarém (investimento feito pelo clube) já é insuficiente para as necessidades de formação do rubgy”, pode ler-se no comunicado.

Concluindo que “qualquer concelho limítrofe tem melhores condições para a prática desportiva que Santarém”, a direção da União de Santarém diz-se condicionada a “não fazer formação com qualidade e receber as crianças em condições”, ou a “ter de recusar a inscrição de novos atletas e não almejar os patamares de excelência de formação que fizeram da UDS uma das principais potências desportivas do distrito de Santarém”.

NOTÍCIA RELACIONADA:

Câmara lamenta críticas do União de Santarém e diz que o clube está a politizar o assunto

seica cn inatel

O Grupo Desportivo e Cultural de Seiça sagrou-se este domingo, 9 de julho, bicampeão nacional de futebol da Fundação Intael.

Na final, realizada no Parque Desportivo de Ramalde, no Porto, a equipa do concelho de Ourém, campeã distrital de Santarém, bateu o Nadais (Aveiro), por 2-1.

Filipe e Rodrigo marcaram os dois golos do Seiça, que esteve a vencer por 2-0, tendo Pombas marcado o tento de honra da formação aveirense, reduzido para 2-1.

Este é o terceiro título da época para o GDC Seiça, que além dos títulos distrital e nacional da Fundação Inatel, se sagrou, a 17 de junho, campeã do mundo de futebol amador no "International Workers and Amateurs in Sport Confederation", numa prova que decorreu em Riga, na Letónia.

coruchense

O Grupo Desportivo Coruchense , que irá disputar o Campeonato de Portugal Prio, divulgou esta sexta feira  os reforços do plantel para a época 2017/18.

Doze são os elementos que irão reforçar a equipa do rio Sorraia. São eles os guarda redes João Valério,  ex-Oriental e Rui Dabó, ex-Cova da Piedade ; os defesas Rui Martins, ex-Vilaverdense, Rui Bento, ex-Canaviais, Diogo Branco, ex-Atlético Clube Portugal, e Silvio, ex-Moura; os médios Diogo Branco, ex-Amora, Mauro, ex-Vilafranquense, Fred Catanheira, ex-Odder IGF (Dinamarca), Drake Christensen, ex-InnerNasthville (EUA) e os avançados Tomás Seca, ex-Vitória de Setúbal e Richy, ex-Atlético Clube Portugal.

André Luis, de 34 anos, é o treinador principal da equipa ribatejana que terá como adjunto Diogo André. Nuno Carrapato, além de guarda redes será também o treinador de guarda redes. Como observador estará Gonçalo Valdês e Nuno Gaivoto é o fisioterapeuta.

Permanecem da época anterior Nuno Carrapato, Márcio Semeano, Kiko, Rodrigo Cajarana, Miguel Neves, João Vítor, Bruno Pernes, Pedro Soares, Ricardo Henriques, Rafael Barbosa, Tiago Batista, Pedro Severino, Rui Caniço, Joel Simões, David Silva, e Leandro Oliveira.

O jogo de apresentação da equipa coruchense aos sócios será no dia 5 de agosto frente ao Estrela de Vendas Novas.

Grácio dos Santos

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões