chamusca ascensao2017fna2017

Desporto

mocarriense uds

O CCRD Moçariense venceu este domingo o União de Santarém, por 1-0, no Campo Chã das Padeiras, tendo beneficiado ainda da primeira derrota da União Abrantina (2-1 em Ferreira do Zêzere), para apanhar a equipa de Abrantes do topo da fase final do Campeonato Distrital da II Divisão.

Jogadas 6 das 10 jornadas, Moçarriense e Abrantina têm 15 pontos e um pé na primeira divisão, enquanto o terceiro lugar que garante a subida é ocupado atualmente pelo Ferreira do Zêzere, com 10 pontos, mais 2 que o Marinhais.

A grande desilusão da prova continua a ser o União de Santarém, com apenas uma vitória em 6 jogos.

Veja AQUI os resultados e a classificação.

academica iniciados

A equipa de iniciados da Associação Académica de Santarém conquistou este domingo, 7 de maio, o campeonato distrital de futebol da primeira divisão deste escalão, con quistando também o direito de, na próxima época, disputar o campeonato nacional.

O título foi garantido a uma jornada do fim, com uma vitória por 4-1 frente ao União de Tomar. Com os 3 pontos conquistados, a "briosa" tem 3 pontos de vantagem sobre o Legenda Genuína, da Golegã, mas pode desde já festejar uma vez que no confronto entre ambas as formações se registou um empate (1-1) na Golegã e uma vitória (1-0) para a formação escalabitana no jogo realizado na Escola Superior Agrária.

santaremribeiracentronautico

O novo centro náutico da Ribeira de Santarém foi oficialmente inaugurado durante a tarde do passado sábado, 6 de maio, dia em que se realizaram várias demonstrações e provas de canoagem no rio Tejo.

A estrutura foi dada ao Clube de Canoagem Scalabitano da Ribeira de Santarém (CCSRS) pelo Dark Kayak Club de Viana do Castelo, tendo os trabalhos de colocação e montagem ficado a cargo da União de Freguesias da Cidade de Santarém.

Durante a inauguração, o presidente da União de Freguesias, Carlos Marçal, sublinhou que se criou uma verdadeira ligação entre o rio e a cidade, e disse que a obra era sobretudo destinada aos jovens que praticam modalidades aquáticas.

Além deste apoio, a união das construiu um pontão na margem do Teja para facilitar o acesso das canoas à água.

Com mais de 60 praticantes em várias modalidades, o CCSRS vê assim concretizada uma antiga aspiração e tem agora melhores condições para desenvolver o seu trabalho, uma vez que nem tinha um espaço para guardar as suas embarcações e material.

Além do CCSRS, o novo centro náutico vai também ser utilizado pelo Centro de Formação de Canoagem do Agrupamento de Escolas Sá da Bandeira.

Balonismo em Coruche - Fotos João Dinis