chamusca apptagus

Desporto

santarempatinador

João Santos Reis, do Hóquei Clube de Santarém (HCS), vai representar Portugal no campeonato da Europa de patinagem artística.

A prova realiza-se entre os dias 28 de julho e 6 de agosto, cidade italiana de Roana.

O jovem scalabitano vai competir no escalão de cadetes, na modalidade de patinagem livre.

david rosa

O ciclista David Rosa, natural de Fátima, no concelho de Ourém, revalidou este domingo, 23 de julho, o título de Campeão Nacional de Cross Country Olímpico (XCO).

Em Sobrado, concelho de Valongo, no distrito do Porto, David Rosa cortou a meta isolado, deixando o rival mais direto, Mário Costa, a 2m49s. A terceira posição foi para Ricardo Marinheiro, a 4m26s.

“Estou muito feliz por ter revalidado o título depois de um ano até agora bastante atribulado. Tendo feito uma gestão cuidada da corrida, sem riscos, finalmente consegui fazer um Campeonato Nacional em Elite sem avarias mecânicas ou quedas”, comentou David Rosa.

Este é o 8° título de Elite de David Rosa em XCO, 9° título de XCO (+1 de sub23) e o 11° título no total (+2 de Rampa).

A corrida de elite feminina também teve um desfecho claro e ainda mais concludente. Joana Monteiro comemorou mais um título nacional de XCO com uma vantagem de 3m38s sobre a segunda classificada, Ana Vale. Daniela Pereira fechou o pódio, a 4m45s da vencedora.

Destaque ainda para a participação de Luís Ferreira, da Assoc. 20Kms Almeirim/Restaurante O Forno, que foi quinto no escalão de Sub-23, e para Ana fernandes, da mesma equipa, terceira em Juniores Femininos.

Ainda no que se refere aos atletas ribatejanos, Beatriz Guedes, da equipa Róódinhas / Santos Silva, foi vice-campeã nacional na categoria de sub23 feminino, João Macedo, também da Associação 20Kms Almeirim/Restaurante O Forno, subiu ao segundo lugar do pódio em cadetes, e Bruno Nunes, do Strix Bike Team de Coruche, foi medalha de bronze em sub23.

festas coruche

A atleta riomaiorense Inês Henriques, detentora do recorde mundial dos 50 Km marcha, vai poder estar presente para o campeonato mundial de atletismo, que se vai realizar em Londres, Inglaterra, de 4 a 13 de agosto.

A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) tinha colocado os mínimos femininos para a prova em 4h06m, o que inviabilizava a participação de qualquer mulher nos 50 Km, uma vez que o recorde mundial de Inês Henriques era de 4h08m26s

Só que esta sexta-feira, 21 de julho, a IAAF avisou a Federação Portuguesa de Atletismo de que os mínimos passariam para 4h30m, o que abre vaga à participação de Inês Henriques e mais quatro atletas têm este novo mínimo: as chinesas Hang Yin (4.22.22) e Shuging Yang (4.27.24) e as norte-americanas Kathleen Burnett (4.26.37) e Erin Talcott (4.29.33).

A IAAF colocou uma condição para a classificação das mulheres (cuja prova se desenrolará juntamente com a masculina) que passem aos 48 km até 4h17m o que significa, praticamente, a obrigatoriedade de fazerem menos de 4h 30 nos 50 km.

Segundo a IAAF, haverá pódios separados para os dois sexos, o que parece indicar que a vencedora será oficialmente considerada campeã mundial.

XTerra Golegã - Fotos Carlos Simões