chamusca appmicromineiro keepcalm

Desporto

moreirense

O Moreirense comemorou a vitória da edição 2016/2017 da Taça da Liga, conquistada este domingo, 29 de janeiro, com um almoço esta segunda-feira, em Almeirim, onde grande parte da comitiva fez questão de provar a famosa Sopa da Pedra, ex-libris deste concelho ribatejano.

A escolha de Almeirim para paragem para almoço entre o Algarve, onde se realizou o jogo da final, com o Sporting de Braga, que os de Moreira de Cónegos venceram por 1-0, pertenceu ao presidente do clube, Vitor Magalhães, que é um frequentador assíduo dos restaurantes almeirinenses, sobretudo no Verão, quando se desloca entre o Norte e o Algarve.

O almoço dos campeões de Inverno realizou-se no restaurante "O Forno", onde Augusto Inácio e seus pupilos mostraram várias vezes a taça que ficará na história do clube, conquistada após eliminarem várias equipas, incluindo o FC Porto e o Benfica.

coruchense

Reatado que foi o campeonato da 1ª divisão da AF Santarém, devido a interrupção para ser disputada uma jornada da Taça do Ribatejo, a nota que sobressai na jornada deste fim de semana foi o empate do Riachense em Amiais de Baixo, permitindo, assim, ao Coruchense afastar-se.

Com a vitória do Coruchense no difícil campo do Fazendense, a equipa de André Luís aumenta para cinco pontos a diferença que os separa.

Empregados do Comércio e U. Almeirim não conseguiram marcar e o empate foi o resultado deste jogo, que não teve grandes  motivos de interesse. Já o União de Tomar não se fez rogado e goleou o Pego.

Vitórias que se podem considerar normais são as do Mação e do Ouriense sobre o SL Cartaxo e Benavente, respetivamente .

Preciosa  foi a vitória que o Torres Novas obteve em Samora Correia. A formação torrejana aumenta assim para onze o número de jogos em que não perde.

jornada17

Grácio dos Santos

futebol

O jogo entre as equipas seniores do Grupo Desportivo de Marinhais e da Associação Recreativa do Porto Alto (AREPA), realizado na tarde deste domingo, 29 de janeiro, foi interrompido aos 84 minutos, após agressões entre jogadores das duas equipas, e por o árbitro considerar que não estavam reunidas as condições de segurança necessárias, apesar da intervenção da GNR.

Segundo a Rádio Tejo FM, tudo começou com uma troca de agressões entre um jogador da AREPA e o guarda-redes do Marinhais, que levou à posterior entrada de elementos dos bancos no terreno de jogo. A GNR teve de intervir para serenar os ânimos entre jogadores e adeptos, mas o árbitro acabaria por dar por concluída a partida por falta de condições.

Na altura da interrupção, o Marinhais, terceiro classificado da Série B da segunda divisão distrital da Associação de Futebol de Santarém, vencia por 1-0, faltando agora saber qual a decisão do organismo que tutela o futebol distrital que deverá abrir um inquérito sobre o assunto.

Desert Challenge 2017