chamusca princepezinhocms banner carnaval

casa benfica mak2

O Sport Lisboa e Benfica já apresentou à Câmara de Santarém o esboço do projeto que tem para os espaços atualmente devolutos das cafetarias e restaurantes do Jardim da Liberdade, no centro da cidade.

O projeto em causa, que contempla a instalação de uma Casa do Benfica de nova geração, será pioneiro no país, contemplando vertentes sociais, culturais e desportivas, em que as crianças serão o principal pólo de atenção, nomeadamente através da criação de uma academia para apoio escolar e desenvolvimento desportivo, num conceito semelhante ao de um ATL.

Esta nova Casa do Benfica inclui ainda áreas de restauração e serviços administrativos, bem como uma loja com artigos oficiais do clube, prevendo-se que a sua implementação crie entre 5 a 10 postos de trabalho diretos imediatos, número que poderá crescer a médio prazo.

"Iremos não só resolver os atuais problemas de infiltração e construção, como iremos dotar este edifício de grande dinâmica social, cultural e desportiva através de decoração, materiais de qualidade e de tecnologia de última geração, uma vez que estamos cientes da importância que um edifício como este e da sua central localização representa não só para Escalabitanos como também para toda a região", refere a apresentação enviada pelo Benfica à Câmara Municipal, onde o investimento é estimado em cerca de 400 mil euros.

O equipamento terá ainda um espaço (mini-campo) para a prática desportiva informal, considerado "essencial ao suporte a este projeto".

 

CÂMARA E ASSEMBLEIA MUNICIPAL PRONUNCIAM-SE ATÉ FINAL DO ANO

casa benfica mak3Para que o projeto possa avançar, a Câmara, e posteriormente a Assembleia Municipal de Santarém, terão de viabilizar a desafectação do domínio público para o domínio privado municipal dos três imóveis contíguos existentes na ponta norte do Jardim da Liberdade e que estão desocupados há vários anos, sendo que alguns nunca estiveram sequer em funcionamento.

A Câmara irá discutir esta alteração - uma questão burocrática essencial uma vez que se o bem não passar para o domínio privado a autarquia não poderá fazer uma adjudicação direta - já na segunda-feira, dia 10, sendo que se a mesma for aprovada, será apreciada na Assembleia Municipal de 19 de dezembro.

Após esta data, o município poderá então protocolar com o Sport Lisboa e Benfica, através da Casa do Benfica de Santarém, filial número 4 do clube encarnado, a cedência do espaço. O clube pede um período superior a 30 anos, estando o assunto ainda a ser equacionado, bem como eventuais contrapartidas.

 

UMA "ÂNCORA" PARA UM ESPAÇO HÁ MUITO DESOCUPADO

Questionado pela Rede Regional, o vereador com os pelouros do Património e da Revitalização e Qualificação Urbana na Câmara de Santarém, Jorge Rodrigues, considera que esta é a melhor solução para o local, resolvendo um problema que se arrasta praticamente deste a inauguração do espaço, em 2010.

"É um projeto inovador associado a uma grande marca internacional e que vai devolver aquele espaço à cidade, reabilitando-o e dando-lhe uma utilização digna", afirma Jorge Rodrigues, que acredita que este "será um novo ponto de encontro e vivência para toda a cidade".

Consciente que a solução pode não agradar a todos, o vereador salienta a importância e as vantagens de uma solução conjunta para os três espaços, dadas as obras que são necessárias e a própria exploração futura dos equipamentos.

Em seu entender, e até pelo historial recente de outros espaços que foram a hasta púbica no concelho, uma solução semelhante poderia ficar "rapidamente condenada ao insucesso" por falta de estratégia e entendimento entre os eventuais promotores.

Jorge Rodrigues acredita que um projeto deste tipo poderá até ser importante para o turismo, atraindo à cidade adeptos do Benfica e não só, que quererão conhecer o espaço.

O facto do conceito a desenvolver pelos "encarnados" prever a utilização durante todo o dia e início da noite é outra das vantagens apontadas pelo autarca, que prevê melhorias até para a segurança da zona.

casa benfica mak1

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves