chamusca appmicromineiro keepcalm

Cultura

riomaiorruigermanoexpo

“Ask the animals and they will teach you” é o nome da exposição de pintura que o riomaiorense Rui Germano vai apresentar no MAC-Movimento Arte Contemporânea, na Avenida Álvares Cabral, 58-60 em Lisboa.

As obras de Rui Germano, que se iniciou nos estudos da pintura com o curso livre de tecnologias da pintura na Escola Superior de Artes Decorativas da Fundação Ricardo Espírito Santo e Silva, vão estar em exibição entre os dias 4 e 24 de fevereiro.

Nascido em 1971, e licenciado em direito, Rui Germano está também intimamente ligado ao teatro, tendo sido o mentor e coordenador do projeto dedicado ao cancro da mama “Rosa Esperança”, entre muitas outras atividades cénicas.

santaremcineclubekusturica

O Cineclube de Santarém vai dedicar a sua programação de fevereiro a dois cineastas de culto, Wim Wenders e Emir Kusturica, aproveitando a estreia do último filme de cada um para revisitar uma das suas grandes obras do passado.

“Os Belos Dias de Aranjuez”, que estreou em dezembro, é a última longa-metragem de Wenders, e será projetada no dia 1 de fevereiro.

O filme, que tem Paris como cenário para a história de uma mulher e um homem que se procuram a si próprios, marca o reencontro do realizador com o escritor austríaco Peter Handke, 30 anos depois da primeira colaboração entre ambos em “As Asas do Desejo”.

Este filme, que valeu a Wim Wenders a Palma de Ouro para Melhor Realizador no Festival de Cannes, será projetado a 8 de fevereiro.

“Na Via Láctea”, a obra mais recente de Emir Kusturica, é a proposta do Cineclube de Santarém para o dia 15 de fevereiro.

O filme, que tem recebido os mais rasgados elogios da crítica especializada, traz consigo toda a exuberância estética que celebrizou o realizador, que regressa também a um dos seus temas de eleição, a guerra nos Balcãs, que serve de mote a um amor proibido.

O ciclo fecha a 22 de fevereiro com a revisitação de “O Papá foi em Viagem de Negócios”, que valeu a Emir Kusturica a sua primeira Palma de Ouro em Cannes para o Melhor Filme.

As sessões realizam-se no Teatro Sá da Bandeira, sempre às 21h30.

canco humor

A Câmara da Chamusca assinala no dia 4 de fevereiro, sábado, pelas 21h00, o dia Mundial da Luta Contra o Cancro e traz a palco no Cineteatro da Chamusca Marine Antunes, uma sobrevivente que fala do “Cancro com Humor”, tema que transformou em livro de crónicas e que fala da sua luta na primeira pessoa.

Num testemunho real, a autora utiliza o humor como um aliado à sua comunicação, usando-o como uma ferramenta para falar de um tema tão difícil como o cancro, e que pretende transformar num discurso positivo e inspirador para os doentes oncológicos e seus cuidadores.

Na perspetiva de Marine Antunes “a doença pode ser vencida sorrindo, aliás, o humor é um aliado da quimioterapia. A minha perspetiva é ao contrário: o doente é o herói, a doença é que é o inimigo. Assim, quero levar-lhe humor, valorizá-lo. Aliás, valorizá-los, aos meus carequinhas, que é como lhes chamo, com muito carinho. Dou sempre o exemplo do António Feio. O cancro nunca tomou conta dele." 

Depois de vencido o linfoma diagnosticado aos 13 anos, que lhe mudaria para sempre a vida, Marine decidiu ajudar outros doentes de cancro, tendo criado o projeto “Cancro com Humor”, o movimento “Careca Power” e a associação “Cancro com Humor”, sem fins lucrativos.

A entrada para esta palestra é livre.

Desert Challenge 2017