app chamuscamicromineiro slide

Cultura

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, inaugura este sábado, 2 de junho, pelas 14h30, a Feira Nacional de Agricultura, que decorre até dia 10 no Centro Nacional de Exposições, em Santarém.

A edição deste ano, a 55ª (65ª Feira do Ribatejo) terá como tema principal o olival e azeite, mas vai também dar uma grande atenção ao cavalo e revitalizar algumas das tradições da antiga Feira do Ribatejo, que se realizava no Campo Infante da Câmara, no planalto da cidade.

Destaque para as provas equestres que este ano se vão realizar numa zona nobre, com um recinto próprio, com características em tudo semelhantes a um recinto olímpico, com piso específico, com todas as condições para os eventos que vão acontecer.

O novo espaço situa-se na zona do relvado em frente às bancadas, de onde saiu o palco principal dos concertos, que este ano vai ficar do lado nascente das bancadas, onde antigamente se situavam as tasquinhas.

O olival e o azeite estarão em destaque logo à entrada do CNEMA, onde está já a ser montado um olival, mas também no Salão Prazer de Provar, que este ano terá um espaço dedicado ao azeite e uma área expositiva destinada ao setor, bem como ações de cozinha ao vivo, com chefes a demonstrarem como usam este tempero de qualidade superior.

O CNEMA aumentou este ano a área coberta e refrigerada, de modo a melhorar o bem estar e a comodidade dos visitantes. As ruas irão contar com mais “zonas de sombreamento” e a Nave C e a área de restauração exterior vão contar com sistemas de arrefecimento que permitirão a empresas e clientes um maior conforto térmico.

Ao longo dos 9 dias, os visitantes poderão ainda saborear as melhores carnes nacionais nos diversos restaurantes de carnes de raças autóctones e nas tasquinhas regionais promovidas por associações e coletividades do concelho de Santarém.

Animação e transportes gratuitos até de madrugada

Durante a Feira, vão realizar-se vários concertos. No dia de abertura, 2 de junho (sábado), actuam os “Xutos e Pontapés”, no dia 7 de junho (quinta-feira), é a vez dos “HMB”, enquanto que a 8 de Junho (sexta-feira) as atenções viram-se para “Kura” e “David Antunes & The Midnight Band”. No dia 9 de junho (sábado) realce para o concerto de Matias Damásio.

Os visitantes poderão usufruir de espaços dedicados a iniciativas da região como largadas de toiros, desfiles e provas de campinos, atividades equestres, demonstrações de escolas de toureio, treino de forcados, provas de velocidade, perícia e condução de cabrestos, exibições de folclore e música tradicional e popular.

Na edição deste ano, a Feira Nacional de Agricultura e a CP estabeleceram para este evento uma parceria que permitirá aos visitantes do certame viajar de comboio com bilhetes mais baratos. A CP proporcionará aos visitantes da Feira 30% de desconto, em viagens de ida e volta, em qualquer classe, entre os dias 1 e 11 de junho de 2017, nos comboios Intercidades, Regionais e Inter-regionais.

A Feira Nacional de Agricultura, em colaboração com a Rodoviária do Tejo, irá colocar ao serviço dos visitantes do evento um serviço de autocarro gratuito para que os visitantes possam deslocar-se com mais facilidade no percurso entre a Estação da CP e o CNEMA (e vice-versa). O serviço funcionará até às 3h00 e haverá várias paragens ao longo do percurso.

A Rodoviária do Tejo irá também promover serviços especiais com redução de tarifas e ingresso na FNA vendido a bordo como a Carreira Rápida “Lisboa-Azambuja-Cartaxo-Santarém (CNEMA) e regresso. Haverá também Carreiras Especiais “FNA-Golegã (Golegã-Chamusca-Vale de Cavalos – Alpiarça-Almeirim-Santarém CNEMA).

Bilhetes a 7 euros mas há descontos e um dia à borla

As entradas custam 7,00 € (permite uma única entrada), mas a organização disponibiliza cadernetas de 10 bilhetes por 50,00 € (cada bilhete - 5€ - permite uma única entrada) e livres-trânsito a 20,00 € (permite visitar a feira a qualquer hora e várias vezes por dia). O dia 4 de junho terá entrada gratuita. As crianças até aos 11 anos (inclusive) não pagam.

Câmara oferece bilhetes

A Câmara de Santarém quer recuperar a ligação entre a população do concelho e a Feira da Agricultura / Feira do Ribatejo, e vai oferecer bilhetes a todos os munícipes que queiram visitar o certame no dia 7 de junho, que será o dia de Santarém naquele evento.

A autarquia está preparada para oferecer 40 mil bilhetes mas o presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves, diz que se forem necessários mais, ninguém ficará á porta. Os bilhetes serão distribuídos até dia 6 no posto de turismo e em todas as juntas de freguesia do concelho.

Quem levar um barrete de campino na cabeça também pode entrar de borla no dia, o mesmo acontecendo a quem se registar na APP da autarquia.

salvador sobral

Salvador Sobral, vencedor do Festival da Eurovisão de 2017, e o pianista americanoJames Uhart, são destaques na programação do 14.º Festival de Jazz de Minde, que decorre de 1 a 3 de junho, nesta localidade do concelho de Alcanena.

Considerado um dos melhores festivais de jazz da zona centro do país, o evento tem um ambiente muito sui generis, numa vila com uma língua própria – o Minderico, e é realizado numa antiga fábrica de têxteis desativada, por onde já passaram grandes músicos nacionais e internacionais, e que apresenta 2 palcos, um interior e outro exterior, com duas bandas por concerto.

O festival começa na sexta-feira à noite com o guitarrista Vítor Bacalhau, selecionado para representar Portugal no “European Blues Challenge 2018”, que se realiza na Noruega, e Marta Ren & Groovelvets.

No sábado, Salvador Sobralcanta George Gershwin, Cole Porter e Hoagy Carmichael, num projeto especialmente concebido para o público do 'Jazz Mide 2018', com arranjos musicais de Nelson Cascais, e com Ricardo Toscano no sax alto, o espanhol Albert Palau, no piano, André Sousa Machado, na bateria, e Nelson Cascais, no contrabaixo”.Na mesma noite, também no Palco Fábrica, atuará o pianista norte-americano James Uhart.

Domingo à tarde, apresentar-se-á em palco na esplanada ao ar livre a banda Old Mountain, a que se seguirá o projeto “Home”, de João Barradas, “considerado pela RTP como o projeto do ano em Portugal na área do Jazz”.

Saiba mais em www.facebook.com/jazzminde.

torresnovasfeiradeapoca

A cidade de Torres Novas espera cerca de 75 mil visitantes entre os dias 30 de maio e 3 de junho, durante a realização da 9ª Feira de Época, que este ano tem como tema central “A Salvação do Corpo – Mestre António, físico-mor de D. João II”.

O cenário da edição de 2018 “pretende desenhar, através de momentos de recriação histórica, atividades lúdicas, performances musicais e teatrais que criam o ambiente certo para uma viagem única”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Torres Novas.

Estas memórias da história são dedicadas a Mestre António, judeu de Torres Novas e cirurgião da corte em finais de quatrocentos, especialista na arte de sarar feridas e curar os males.

No recinto da feira, no centro histórico da cidade, os visitantes, entre muitos cenários e personagens, podem percorrer a mouraria, empunhar espadas na praça d’armas, entrar no submundo dos enfermos e desvalidos no Postigo da Traição, e conhecer outras histórias no Paço dos Robertos ou provar iguarias numa das muitas bodegas da feira.

O livre-trânsito para os cinco dias tem custa 7 euros e a pulseira diária 5 euros, sendo as entradas gratuitas para crianças até aos 12 anos.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis