chamusca natalmicromineiro slide

Cultura

IMAGEM DE ARQUIVO / ILUSTRATIVA

A Escola de Hotelaria de Fátima (EHF) recebe esta quarta e quinta-feira, dias 4 e 5 de dezembro, a Final Nacional da 7ª edição do concurso Jovem Talento da Gastronomia, a competição mais importante para os jovens nas áreas de Cozinha/Pastelaria, Restaurante/Bar e Pastelaria/Padaria.

O concurso, uma iniciativa da Inter-Magazine, revista do grupo Edições do Gosto, que tem a EHF como um dos patrocinadores institucionais, é composto por 3 etapas regionais e culmina nesta final nacional, que reúne os concorrentes com melhores pontuações e onde o talento é revelado em cada uma das áreas a concurso.

Dia 4 de dezembro decorre o “Jantar à Luz das Estrelas”, a partir das 19h30, preparado pelos chefes da Escola, José Abelho, Lisa Silva e Yannick Génard, de cozinha, e José do Vale e Marco Graça, que asseguram o serviço de restaurante. O serviço será ainda apoiado por brigadas de alunos dos cursos de Turismo, Restaurante/Bar, Cozinha/Pastelaria e Pastelaria/Padaria.

No dia 5, a partir das 13h45, no Domus Pacis Fátima Hotel, decorre também o Fórum: Que Futuro para a Gastronomia de Portugal, onde estarão reunidos os profissionais do presente e futuro.

Esta não é a primeira vez que o concurso tem a sua fase final no distrito de Santarém. Em edição anteriores a cometição terminou no Festival Nacional de Gastronomia, em Santarém.

natal salvaterra

Como o Natal não vive só de compras e presentes, a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos apresenta até 13 de janeiro várias atividades culturais, desportivas e recreativas, em parceria com as associações, coletividades, comissões de festas e IPSS's do Concelho.

Entre as iniciativas estão uma Feira do Livro de Natal, exposições, atividades desportivas e solidárias, showcooking, concertos, animação infantil e visitas do Pai Natal, que se dividirão pela sede do concelho e pelas freguesias.

Ao nível das exposições, o Edifício do Cais da Vala em Salvaterra de Magos vai apresentar “As delícias de Natal”, de 2 de dezembro a 13 de janeiro 2019, com trabalhos elaborados pelos artesãos, produtores, comércio local e alunos de artes da Escola Básica e Secundária de Salvaterra de Magos; no Mercado de Cultura de Marinhais estará patente a exposição “Encantos de Natal”, de 30 de novembro a 11 de janeiro 2019, com trabalhos das crianças da creche e jardim de infância “Mãe Galinha” e utentes do centro de dia do CBES de Marinhais; a Galeria de Exposições da Falcoaria Real em Salvaterra de Magos continua a receber, até 14 de janeiro de 2019, “Teatro de Ópera no reinado de D. José I” – 265 anos da inauguração do Teatro de Ópera de Salvaterra de Magos.

A Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos acolhe a Feira do Livro de Natal de 1 de dezembro a 4 de janeiro 2019, por onde vão passar escritores, contadores de histórias e momentos de animação de leitura.

Haverá também animação para os mais novos com a realização dos espetáculos “Natal Mágico” dia 2 de dezembro, pelas 16h, no Edifício do Cais da Vala; dia 9 de dezembro, pelas 16h, no Mercado de Cultura de Marinhais; dia 15 de dezembro, pelas 15h, na Casa do Povo de Glória do Ribatejo. Todos eles contando com a presença do Pai Natal.

A agenda de dezembro terá, novamente, associadas iniciativas de cariz solidário nomeadamente com o 5º Passeio Solidário da Bicicleta Antiga (& Nova), a ter lugar no dia 9 de dezembro, pelas 10h, em Marinhais, no qual se sugere que cada participante ofereça uma posta de bacalhau, ou outro bem alimentar, para ser distribuído pela Loja Social às famílias carenciadas do concelho.

A Câmara vai ainda promover um Concerto de Natal com o Coro Scherzo conduzido pela Maestrina Sofia Norton, dia 15 de dezembro, pelas 21h, na Igreja Matriz de Salvaterra de Magos; as Festas de Natal dos idosos e reformados do Concelho de Salvaterra de Magos; e um showcooking de Natal com o Chef José Maria Lino, no dia 22 de dezembro, pelas 10h, no Mercado Diário de Salvaterra de Magos no âmbito do projeto Praça ComVida.

Estas atividades decorrem a par de outras dinamizadas pelas associações, coletividades, comissões de festas e IPSS's do Concelho. Programa completo em www.cm-salvaterrademagos.pt.

Ao mesmo tempo decorre a campanha de incentivo às compras de Natal no comércio local com a possibilidade de ganhar vales de compras, que vão dos 30€ aos 200€ e o Concurso de Montras de Natal, que pretende contribuir para o embelezamento do Concelho nesta quadra natalícia e atrair os consumidores para o comércio local e tradicional. 

santarembernardosantarenoevocacao

O dramaturgo Bernardo Santareno foi evocado esta sexta-feira, 30 de dezembro, numa sessão que decorreu na sala de leitura em Santarém que tem o seu nome, e onde foi também encenada uma performance sobre “O Duelo”, uma das suas obras mais conhecidas e elogiadas.

Esta evocação, realizada no mês do seu nascimento, juntou a vereadora Inês Barroso, o advogado scalabitano Joaquim Martinho da Silva, que é primo de Bernardo Santareno, José Miguel Noras, investigador do dramaturgo, Vicente Batalha, encenador e seu amigo pessoal, e Miguel Moreira, ator e coreógrafo, que foi responsável pela performance apresentada pelos alunos do Curso de Artes do Espetáculo da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado.

A apresentação da performance, da autoria do fundador da Companhia Útero, surgiu na sequência de um workshop, com o objetivo de proporcionar aos alunos o contacto com artistas conceituados no panorama artístico nacional, contribuindo para o seu enriquecimento curricular e formação, enquanto futuros artistas.

Os participantes desta sessão “lembraram a importância desta figura ímpar da história de Santarém e de Portugal como um resistente à ditadura do Estado Novo, atento à realidade do país, em que a sua obra tinha uma consciência social, o que lhe valeu a proibição de algumas das suas peças e a perseguição pelo regime salazarista”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Santarém, que organizou esta homenagem àquele que é considerado o maior dramaturgo português do século XX.

Bernardo Santareno, pseudónimo literário de António Martinho do Rosário, nasceu no dia 19 de novembro de 1920, em Santarém.

Depois de se ter formado em medicina, especializou-se em psicologia, mas foi a escrita que lhe deu maior relevo, tendo iniciado o seu percurso literário associado ao teatro com a publicação de várias peças nas décadas de 50, 60 e 70, como são os casos do "Bailarino", "A Promessa", "O Crime da Aldeia Velha", "António Marinheiro", "O Judeu" ou "A Traição do Padre Martinho".

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves