chamusca princepezinhocms banner carnaval

Categoria: Cultura

Aurea e Mafalda Veiga, na área da música, Bruno Nogueira, no Stand UpComedy, e a primeira atuação na cidade da Companhia Nacional de Bailado, marcam a estreia da "Santarém Cultura", um novo projeto cultural municipal que tem como missão prestar um serviço público diversificado, potenciando os recursos existentes no concelho, integrando-o nas grandes digressões nacionais.

Desenvolvido ao longo dos últimos meses por uma equipa liderada pelo gestor cultural João Aidos, ex-diretor do Cine-teatro Virgínia, em Torres Novas, e ex-director-geral das Artes, entre outros cargos, o "Santarém Cultura" pretende rentabilizar, nesta fase inicial, pelo menos 5 espaços municipais - o Teatro Sá da Bandeira, o Convento de São Francisco, o Palácio Landal, a Casa do Brasil e a Incubadora de Artes.

Este novo projeto foi apresentado esta segunda-feira, 10 de dezembro, na reunião do executivo municipal e será alvo de uma conferência de imprensa a realizar na sexta-feira, dia 14, onde serão conhecidas mais novidades.

Além das propostas já referidas no primeiro parágrafo, este primeiro trimestre de programação (de janeiro a março de 2019) terá também ofertas na área do teatro, com Shakespeare e com as atrizes Ana Nave e Maria João Luís, sobre a escrita do poeta Ruy Belo, na área da performance e circo contemporâneo com João Paulo Santos e João Garcia Miguel, e nomes da arte sonora e digital com André Sier, Boris Chimp 504 e Sonoscopia.

Haverá também atividades pensadas para os mais novos, incluindo espetáculos em escolas.

"É um programa ambicioso, que não pudémos fazer anteriormente por razões financeiras", explicou o presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, durante a apresentação do projeto esta segunda-feira.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves