chamusca appfestival bike2017

Categoria: Cultura

A vila de Coruche recebe, de 25 a 28 de maio, a edição 2017 da Feira Internacional da Cortiça (FICOR), um certame que este ano decorre sob o mote do Ano Internacional do Turismo Sustentável, onde o montado se assume como um ecossistema único no mundo.

O lema desta nona edição é “Montado de Sobro e Cortiça. Um compromisso para o futuro” e o principal objetivo da autarquia é sensibilizar a população em geral para a importância do sobreiro e do montado, onde é possível desenvolver atividades agro-silvo-pastoris, associadas a atividades turísticas sustentáveis, fundamentais para o desenvolvimento económico e para a criação de emprego, proteção ambiental e ainda a defesa de um património cultural de grande riqueza.

O programa estará novamente dividido entre o Parque do Sorraia e o Observatório do Sobreiro e da Cortiça, principal pólo desta fileira que une a investigação, a produção e a indústria. O espaço reservado à componente científica dedicada às conferências e debates organizados em colaboração com diversos parceiros, nomeadamente a Associação de Produtores Florestais de Coruche que celebra este ano os 25 anos de existência.

O Centro de Exposições no Parque do Sorraia acolhe o espaço do certame onde se encontra também um dos destaques desta edição, o novo espaço Wine and Cork, Mostra de Vinhos e Inovação (Novas Aplicações em Cortiça), com a presença de mais de uma dezena de produtores que irão reforçar uma vez mais esta ligação entre estes dois produtos que fazem parte do nosso património.

A cortiça será também a protagonista do Coruche Fashion Cork, o desfile de moda que desafia todos os anos, os jovens designers a criarem com esta matéria prima e que conta sempre com um estilista reconhecido no mundo da moda. Este ano a passerelle da Praça da Água, conduzida por Merche Romero recebe as criações de Nuno Baltazar.

No Parque do Sorraia está também localizada a Praça da Restauração com o melhor da gastronomia ribatejana, o espaço Sabores do Montado, uma mostra de produtos locais com ligação ao mundo rural e ainda o Palco Principal, por onde irão passar nomes como Francisco Menezes, os Xerife, Amor Electro e Sangre Ibérico.

Consulte o programa AQUI.

Operações de busca e resgate aquático - Fotos João Dinis