chamusca appelgalego natal2017

Cultura

santaremteatroalcanenaemcena

“Cartão de Apresentação” é o nome da peça que o "Alcanena em Cena - Grupo de Teatro" vai encenar no Fórum Actor Mário Viegas, sala do Centro Cultural Regional de Santarém (CCRS), esta sexta-feira, dia 26 de janeiro, pelas 21h30.

A peça, dirigida e encenada por Vicente Batalha, tem por base o último espetáculo do grupo, "Era Uma Vez Num Teatro", uma viagem com muitas histórias dos vários teatros, e que serve de homenagem aos dramaturgos Bernardo Santareno, com origens em Espinheiro, Alcanena, e a Romeu Correia, pelo seu centenário.

“Era Uma Vez Num Teatro” foi o espetáculo comemorativo do 63º aniversário do cineteatro São Pedro, em Alcanena, e será apresentada em Santarém no âmbito do projeto Cesta d'Artes, com organização do CCRS em parceria com o Teatrinho de Santarém.

paula mendes

Paula Mendes, beirã de nascimento, infância açoriana e abrantina por adoção lançou na tarde deste sábado, 20 de janeiro, o livro infantil "O Pipoca Adormeceu", com a chancela da Chiado Editora Kids.

O lançamento, no café Literário da Chiado, em Alcântara, juntou a família e amigos.

Paula Mendes está a trabalhar no Dubai, por via das dificuldades laborais em Portugal, mas continua a estudar. Está a tirar uma nova licenciatura nos Emirados Árabes Unidos. "A Paula é isto. Não pára", disse, com orgulho, o pai, António Mendes.

Já a autora explicou, de forma muito simples, como surgiu este livro destinado a crianças dos quatro aos seis anos.

Foi há cerca de cinco anos, quando ainda dava aulas em Abrantes. Uma mãe lhe pediu ajuda: "queria que ajudasse a explicar à criança que o cãozinho de estimação tinha morrido".

Este foi um grande desafio para a educadora. O tempo passou e no verão voltou a debruçar-se sobre aquela questão. A solução foi escrever uma história simples e elucidativa.

Quanto às ilustrações, também de sua autoria, vieram depois. "Foi mais complicado e demorou muito mais tempo do que a história", revelou a rir-se, perante a plateia.

Paula explicou que não teve nenhum cão com os nomes Pipoca ou Chocolate. Pipoca foi escolhido na turma e chocolate, porque é gulosa. Mas adiantou que teve uma cadela e quando recebeu a notícia que tinha morrido: "foi difícil de ouvir".

Cinco anos depois deste episódio, a viver e trabalhar no Dubai, contactou a Chiado que apostou na edição do livro infantil.

À Rede Regional, Paula Mendes revelou que tem um outro projeto literário adulto, mas que um novo livro infantil pode vir primeiro.

Todo o processo de agilização entre  autora e editora foi conduzido pelos pais. Só viu os livros quando chegou a Portugal.

Aliás, António Mendes, pai da autora, fez questão de revelar que "a Paula chegou ontem da India, fez escala no Dubai para vir aqui hoje. Amanhã regressa à Ásia".

Tendo parte da sua vida ligada a Abrantes, está a equacionar promover uma sessão de lançamento do livro em Abrantes, que para já pode ser comprado na rede da Chiado Editora.

Jerónimo Belo Jorge 

torresnovasmariolaginhatrio

O Teatro Virgínia, em Torres Novas, vai acolher um concerto de Mário Laginha Trio no próximo sábado, 27 de janeiro, às 21h30.

Neste trio, que já leva dois álbuns de estúdio, juntam-se a Mário Laginha Alexandre Frazão, um músico multifacetado natural de Niteroi, no Brasil, e Bernardo Moreira, que iniciou os seus estudos musicais aos 16 anos de idade, na Academia de Amadores de Música, e toca hoje regularmente em vários clubes de jazz em Portugal e no estrangeiro.

“Espaço”, em 2007, foi o primeiro álbum do trio, a que se seguiu “Mongrel”, em 2010, nascido de uma encomenda do São Luiz Teatro Municipal e da Orquestra Metropolitana de Lisboa, a partir da obra de Chopin.

Os bilhetes custam 10 euros.

Coruche: Partida Sahara Desert Challenge | Fotos: João Dinis