chamuscal apartilhatecfresh2018 slide

Cultura

abranteseduardolourencofilosofia

O festival de filosofia de Abrantes vai encerrar este domingo, 18 de novembro, com uma homenagem ao filósofo Eduardo Lourenço, um dos maiores pensadores portugueses da atualidade.

No momento em que se cumprem 30 anos da sua jubilação, Eduardo Lourenço vai receber o “Prémio de Vida” pela sua longa e reconhecida carreira.

O homenageado já anunciou que não vai estar presente para receber o prémio, mas enviou uma carta à organização, que será lida durante a sessão de encerramento do festival.

A anteceder a sessão de encerramento, pelas 15 horas, a investigadora em Smart Cities Sara Fernandes e o economista e urbanista Jean Haëntjens versarão sobre a influência da tecnologia no espaço público, e serão entregues as menções honrosas aos participantes no prémio de ensaio “Jovem Filósofo 2017”.

chamuscaconcertocasapia

"Casa Pia no Coração do Ribatejo" é o nome do concerto que a Orquestra do Ensino Integrado de Música da Casa Pia vai apresentar no cineteatro da Chamusca, no próximo dia 24 de novembro, a partir das 18 horas.

Neste concerto, os jovens músicos vão apresentar-se em classes de conjunto de violino, de violas de arco e de violoncelo, também em orquestra e coro.

No 6.º ano, os alunos começam a trabalhar em contexto de orquestra (orquestra B) e, no 3.º ciclo, integram a orquestra A, pelo que as apresentações públicas em concerto fazem parte do seu plano de formação.

O espetáculo tem entradas grátis, mas sujeitas a reserva prévia no balcão único do município da Chamusca, podendo os interessados solicitar mais informações pelo telefone 249 769 100.

tomarcentrofotografia

A Câmara Municipal de Tomar e o Instituto Politécnico da cidade vão assinar o protocolo de cooperação para a criação do futuro Centro de Estudos em Fotografia de Tomar (CEFT) no próximo dia 20 de novembro, às 18 horas.

Instalado no edifício da Casa dos Cubos, este centro de estudos “tem como principal objetivo aprofundar a relação antiga destas instituições com a cultura fotográfica, nomeadamente através dos arquivos fotográficos históricos e contemporâneos, mas também através da formação em fotografia no ensino superior”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Tomar.

O CEFT visa ainda “preservar, conservar, estudar e divulgar coleções e acervos fotográficos bem como organizar e promover ofertas formativas em conservação, preservação, gestão de coleções fotográficas e processos fotográficos históricos”, acrescenta a mesma nota.

Do plano de atividades consta também uma programação consistente de exposições de fotografia, conferências e workshops, em especial nas áreas da fotografia e território.

Neste sentido, a criação do centro será marcada pela inauguração da exposição de fotografia e território “Nas Curvas do Espanto: Médio Tejo, que caminhos para uma mudança?”, que resulta de uma residência fotográfica realizada em Mação.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves